Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Vermes: o "sr" meirim e a sua equipa

O que devemos fazer aos vermes?

Satanás

Aeroporto do Porto eleito o melhor da Europa e 3º melhor do mundo

Mais de 11 mil passageiros avaliaram 178 aeroportos por todo o mundo

O Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, foi eleito o melhor da Europa e o terceiro mais apreciado do mundo, resultado de um inquérito levado a cabo por associações de defesa do consumidor, conforme anunciou a DECO em comunicado. No top 3 mundial, e à frente do Aeroporto do Porto estão apenas o de Singapura e de Narita, no Japão.

A sensação de segurança, os sinais e os ecrãs de informação foram factores tidos em conta na satisfação, assim como as casas de banho.

A educação, segundo a trampa da esquerda

Já sabem: nunca comprem carros Renault. Durante a noite saem e desatam a atropelar gente.

adepto de milícia boifiquista assassina um adepto adversário. Outra vez. 
Mas a culpa foi da ... Renault!

ARTUR SOARES DIAS: ainda subsistem dúvidas?

Ó PRA ELE A APONTAR O DEDINHO PARA O SEU "AMOR"


A fraude encornada

LINDELÖF MUDOU A BOLA DE SÍTIO SEIS VEZES NO LIVRE EM ALVALADE

Victor Lindelöf ajeitou a bola seis vezes antes de bater o livre directo que deu o empate ao Benfica em Alvalade, contra o Sporting, no sábado, num vídeo gravado da bancada e que circula nas redes sociais. Numa altura em que Artur Soares Dias estava de costas e preocupado em colocar a barreira à distância regulamentar, o central 'aproveitou' para desviar paulatinamente o esférico para uma zona mais central. Refira-se que o árbitro já não tinha spray nessa fase do jogo, o que o impediu de marcar a zona exacta de onde teria de ser marcado o livre. Acrescente-se, no entanto, que o defesa não adiantou a bola para a frente e que acabou por marcar o livre praticamente no mesmo local onde Salvio sofreu a respetiva falta, como se pode ver nesta imagem. [Vídeo retirado de Sporting com filtro]

O vídeo aqui:
  https://www.facebook.com/hugo.sd.4ever/videos/1527839340584240/

Paulo Morais: já tinha razão sobre a valia do parolo de belém

25 de Abril? O que foi (é) isso???

A propósito disto:


O problema não é o 25 de Abril: o país estava atrasado face à Europa e apesar da primavera marcelista pouco ter mudado. Havia muita pobreza, atraso, analfabetismo, poucos cuidados médicos e pouco desenvolvimento industrial e terciário.

O problema foi (É) o pós 25 de Abril.


  • Errado foi o desrespeito pelos nossos valorosos soldados, irmãos, pais, filhos, tios e primos de muitos portugueses que deram a vida ou que defenderam territórios legitimamente conquistados pelos antepassados portugueses.
  • Errado foi o abandono de alguns milhões de portugueses à sua sorte, alguns assassinados com o patrocínio de comunistas e socialistas que entretanto ocuparam o poder.
  • Errado foi ainda hoje permitirmos os comunistas neste governo QUE PERDEU AS ELEIÇÕES.
    • Comunistas que tentaram "oferecer-nos" de bandeja como satélite da URSS. Essa gente, relembro, está no poder hoje! Como estão as filhas de um assassino e assaltante de bancos, um execrável que agora vive de uma reforma dourada e vê as filhas do bloco sanitário de esquerda no poder, vingando-se do que não deixaram o "paizinho" fazer.
  • Errado é termos uma classe política que engorda, engorda, engorda e goza connosco.
  • Errado é pensarmos que agora sim, estamos no caminho certo, tendo um governo de novo a enterrar-nos (por muito que disfarcem, o algodão - dívida pública - não engana), um governo liderado por um partido cujas acções nos trouxeram sempre a bancarrota.
  • Errado é assistirmos às benesses daquela função pública parasita, dos gabinetes, fundações, ministérios, "profissionais" do desperdício e do obscurantismo, que nada acrescentam para além de burocracia (descubram quantos funcionários pululam nos ministérios lisboetas).
  • Errado é percebermos largamente a adesão total de corrupção do Estado e não nos incomodarmos.
  • Errado é o quase impraticável surgimento de alternativas políticas aos partidos do costume, todos lisboetas e cuja visão do país é apenas o que observam do seu postiguinho do terreiro do paço.
  • Num país com cada vez menos portugueses é errado termos grávidas a pagar consultas e aquelas que optam pelo aborto a terem tudo de borla.
  • Errado é recebermos "refugiados", invasores e muçulmanos que odeiam o nosso modo de vida ocidental, dar-lhes todas as condições (até terras agora lhes querem dar) e um casal em início de vida (sobre)vive, com sorte com dois salários mínimos e muitas vezes partilhando casa dos pais porque os bancos só emprestam dinheiro (A FUNDO PERDIDO) a fulanos como um cadastrado, por hoje presidente de um clube de futebol lisboeta, que além de não pagar os milhões que sacou, ainda lhe vê perdoarem essas dívidas. O casal ficaria logo sem casa...
  • Errado foi termos assistido ao assassínio de Sá Carneiro e Amaro da Costa e ainda hoje não se saber que os mandou assassinar.
  • Errado é, por mais que contestem o impossível, termos tido e aceitado um candidato a presidente da república que colaborou com assassinos de portugueses e outro que ocupou esse lugar que calcou a bandeira nacional.
  • Errado é termos hoje um DEMOCRACIA CENTRALISTA E LISBOETA-COLONIALISTA em que as "regiões", consagradas na lei fundamental mas nunca postas em vigor, permitem nesse vazio o esbulho por lisboa, dos seus direitos e verbas comunitárias.
  • Errado é ter como segunda figura de estado um fulano que diz "cagar-se para a (...) justiça".
  • Errado é percebermos que o jornalismo livre é uma miragem e apenas repassa as ideias da extrema-esquerda no poder.
  • Errado é termo um ex primeiro ministro à solta depois de tudo o que nos fez e daquilo que se sabe como se "abonou".
  • Errado é andarmos a pagar por bancos falidos e os seus antigos administradores e gestores passarem pelo meio das pingas.
  • Errado é termos políticos reformados e com mordomias absurdas ao fim de duas legislaturas.
  • Errado é a esquerda achar que é única dona da democracia e da liberdade. 
  • Errado é termos um presidente da república que mais parece uma barata tonta, deslocando-se para todos locais como aqueles jornalistas daquele jornal sensacionalista, esquecendo-se que isso, além de ridículo, esvazia o conceito do cargo, que, por sua vez mais parece o de assessor do governo da extrema-esquerda.
  • Errado é começarmos a perceber que, por força das mordaças desta coisa que está no poder, que repito, perdeu umas eleições que até o Pato Donald venceria, a democracia está cada vez mais atrofiada.
Errado! Tudo errado! Cada vez mais errado. Mais uma vez, os portugueses estão a passar ao lado da história, preferindo o encolher de ombros à acção democrática e livre! 25 de Abril? Afinal celebrar o quê?

É triste ver qualquer tipo de ser humano refém

É triste ver qualquer tipo de ser humano refém. Mesmo o mais reles de personalidade merece ter a sua liberdade mesmo que a use mal.
A deformação genética de carácter e personalidade são realidades, e o mundo tem de se debruçar cientificamente perante estes casos clínicos.
Ontem acreditei que Vieira seria capaz de sofrer uma regeneracão, e por isso lhe fiz o convite para assistir ao jogo na tribuna. O facto de estar refém de claques ilegais que apoia não o permitiram.
Mas não foi apenas isso. Aqueles que actuam como ratos gostam de se movimentar no "esgoto" e não sair cá fora, a não ser de madrugada. Se tentarmos aplicar esta imagem a uma pessoa e aos meandros do futebol poderíamos, com o devido respeito, comparar a alguém que cobardemente se esconderia num balneário e, só depois de não ter perdido um jogo, é que dava a cara como se de um grande homem se tratasse.
A cartilha do refém estava feita. Se perdesse era um senhor porque se remetia ao silêncio por ser um apaziguador. Se não perdesse vinha atacar pelas costas como gostam de fazer os cobardes.
Vieira, por exemplo, perdeu a hipótese de ver o jogo na tribuna demonstrando alguma coragem e classe para aceitar um convite.
Depois do jogo perdeu a hipótese, mais uma vez, de criticar veementemente alguns dos seus adeptos, desta vez pela quebra do minuto silêncio, feito em homengem ao adepto Sportinguista morto, com a já célebre e repugnante imitação do som do very light que matou outro adepto do Sporting em 1996.
Sendo ele tão benfiquista, ultrapassado o facto de ter sido sócio dos 3 grandes para ver onde podia ter "sorte", e de ter tramado o Benfica perante o Porto com o Deco, poderia um dia ver a luz e deixar de ser o homem que roubou um camião para ser um homem normal e sensato.
Esconde-se atrás de um Vale e Azevedo para tudo, mas veremos se não se tornarão vizinhos quando deixar de ser presidente do Benfica.
É um cobarde refém de claques ilegais e de uma cartilha de terrorismo comunicacional.
Teve ontem a sorte do jogo que teve um árbitro que actuou com nota artística que depois veio atacar para lançar mais pó para os olhos de todos. O pó da porta 18 não chegou, até porque Vieira, mais uma vez até nesse caso, passou pelos pingos da chuva. Histórias com pó à mistura perseguem-no durante toda a vida, mas com toda a certeza é por estar no ramo da construção.
A cartilha mandou-o perguntar o que estava a fazer um adepto do Sporting ao pé do Estádio da Luz. Essa pergunta com que o famigerado Hugo Gil, e demais assalariados, poluiram as redes sociais e media o dia todo, demostra o quão rasteiro e baixo pode ser um ser humano.
A resposta é simples, nem todos são reféns de criminosos e por isso são livres de circular por onde desejarem.
Mas se quer ir por aí, nesse novo desrespeito por quem é assassinado e suas familias pergunto lhe: o que estavam a fazer adeptos do Benfica nas imediações do Estádio do Sporting após um Sporting - Porto e que esfaquearam um amigo meu que teve de ser internado no hospital vários dias? O que estavam a fazer adeptos do Benfica o ano passado após terem sido campeões, junto das casas das claques legais do Sporting a mandarem pedras para as mesmas e aos nossos adeptos? O que estavam a fazer adeptos do Benfica nas tantas vezes que vão a Alvalade atacar adeptos do Sporting e vandalizar o Estádio? O que anda a fazer o "presidente refém" do Benfica quando vê à sua frente, no seu pavilhão, uma traja a gozar com um adepto morto do Sporting e a ouvir cânticos de gozo pela sua morte e finge que não está a ver nem a ouvir (eu estava lá)? O que anda a fazer o "presidente refém" do Benfica quando os seus adeptos, faz dois anos, tentam matar pessoas nas bancadas de Alvalade atirando petardos para cima de familias do Sporting e, ainda por cima, manda o seu director de comunicação chamar a isso de folclore? O que anda a fazer o "presidente refém" do Benfica quando, já esta época, em dois jogos seguidos nos seus pavilhões nos jogos de futsal e andebol, assiste sem reacção a imitações de sons que deram origem a mortes e a cânticos a gozar com essas mesmas mortes?
No final disto eu tenho pena deste presidente refém, cobarde e com tudo isso pouco digno de andar no futebol.
Não posso deixar de lamentar que existam presidentes reféns de adeptos e quero enaltecer a atitude dos adeptos do Sporting CP no Estádio, que souberam ouvir o meu repto e pedido, e demonstraram que a grandeza não vem com ganhar títulos de qualquer forma. A grandeza vem com atitudes e actuações dignas como aconteceu ontem, mesmo estando todos em choque e em sofrimento pelo assassinato de mais um adepto nosso.
É um orgulho ser o líder de um Clube com esta massa associativa.
Sou e serei sempre duro e intolerante sempre que forem ultrapassadas as linhas básicas da vida. Um crime é um crime, seja quem for o seu autor, e eu manterei sempre a minha postura perante criminosos. Mas também temos de saber enaltecer as grandes atitudes e os adeptos do Sporting mostraram ontem em Alvalade a sua grandeza!
Não cumprimos o nosso objectivo dentro das 4 linhas, mas demonstrámos porque somos e seremos sempre os melhores em termos de adeptos!
Cada vez tenho mais orgulho em ser do Sporting Clube de Portugal!
Para terminar apelo aos adeptos do Sporting que mantenham esta postura de grande elevação e não cedam à tentação de reagir a quente a mais um assassinato e às constantes provocações que estão a ser alvo, sobretudo nas redes sociais, e apelo às autoridades que se as tiverem na sua posse as imagens do assassinato não as divulguem, pois a sua brutalidade poderia desencadear algo que ninguém quer.
Nós sportinguistas temos de ser fortes, unidos, sensatos e não ceder à tentação de reagir a quente a tudo isto. Em cada um destes actos estão sempre famílias e amigos que não merecem ver-se envolvidas nestas tragédias que não fazem qualquer sentido.

Um hipócrita será sempre um hipócrita

Um hipócrita será sempre um hipócrita. E um cobarde será sempre um cobarde. E ontem, o presidente do boifica mostrou, mais uma vez, toda a sua classe e estirpe.
Vamos então por partes. Luís Filipe Vieira deixou o Estádio José Alvalade com três perguntas a que ninguém teve coragem de lhe responder. Cito de cor: " Sou mentiroso? Sou demagogo? Sou populista?". A resposta é Sim, a todas elas.
É mentiroso porque diz que a sua arma é o silêncio, como se não fosse ele o autor moral da cartilha debitada até à náusea, pelos seus caciques cartilheiros nas televisões. Como se não fosse ele o pai do incentivo ao ódio e à violência, que são afinal de contas um crime público. Será que não há ninguém no Ministério Público e nas instâncias do futebol que considere que esta matéria exige investigação? Ou será que são todos subservientes a este canalha?
É demagogo porque é falso e hipócrita. Lamenta, de modo sonso, o assassinato de mais um adepto do Sporting CP para na frase seguinte perguntar o que estava ele a fazer na rua às 3 da manhã. No fundo, o que Vieira está a proclamar é qualquer coisa de aberrante que se traduz numa simples frase execrável: se não estivesse na rotunda não tinha sido assassinado, por isso aguentem-se. Mas não se fica por aqui. Ontem, como sempre porque é cobarde, voltou a não se demarcar dos canalhas que não só não respeitaram o minuto de silêncio em memória do adepto assassinado, como repetiram as imitações do very light e entoaram cânticos de morte para celebrarem a tragédia do Jamor de 1996. A própria polícia constatou e confirmou que adeptos do boifica arrancaram ontem cadeiras e arremessaram-nas contra adeptos do Sporting CP, colocando-os, mais uma vez, em perigo de vida, e Vieira, como é hábito, voltou a nada dizer. Vieira é pois o incendiário, o pirómano. Vieira é, quanto mais não seja pelo silêncio, cúmplice destes criminosos. Mas pior, continua a incentivar pelo apoio ilegal que concede às suas claques ilegais este tipo de conduta miserável porque, ao contrário do que diz, não só está refém deste poder oculto como o faz com gosto.
É populista porque, na qualidade de visitante, vem a nossa casa e recorre ao insulto fácil ao nosso Presidente comparando-o com Vale e Azevedo. Ora, é preciso ter lata e não ter um pingo de vergonha na cara. Logo ele, Vieira, que não passa comprovadamente de um caloteiro que deve, pessoal e empresarialmente, mais de 600 milhões à banca e que, pelos vistos, não parece ter intenção de pagar, contando com a total complacência dos poderes públicos. Que autoridade moral tem este sujeito para pôr em causa a seriedade, a honestidade ou a idoneidade de quem quer que seja? Alguém que se permite afirmar "não conseguimos comprar o objectivo da vitória" - é certo que corrigiu o acto falhado - confessando aquele que é o modus operandi que todos já suspeitávamos, arroga-se agora no direito de vir dar lições de honestidade por alma de quem?
Num país a sério, este sujeito já não era presidente de coisa nenhuma. E, se tivesse vergonha, saía de cena e contribuía para a limpeza do futebol e do desporto nacional.
P.S.1 Ontem, no intervalo do dérbi, Luís Filipe Vieira, Rui Costa e Paulo Gonçalves, fizeram uma espera ao árbitro Artur Soares Dias para lhe pedirem satisfações por alegados penaltis não assinalados a seu favor. A cena de coacção e intimidação, habitual nestes protagonistas como foi por exemplo relatado em Paços de Ferreira, foi testemunhada pelos delegados da Liga presentes em Alvalade.
O Sporting CP aguarda o relatório dos árbitros e dos delegados, bem como a reunião do Conselho de Disciplina para então decidir se será mais uma vez forçado a apresentar queixa junto deste órgão.
P.S.2 O Benfica que ontem esteve em Alvalade demonstrou que é equipa pequena. Ou, pelo menos, não tem alma de equipa grande. Joga em sistema de autocarro e, perante o Sporting CP, revelou um pânico tal que até fez substituições de três avançados por trincos, como foi o caso de Mitroglou por Filipe Augusto. É caso para perguntar, perante tudo o que se tem assistido nestes últimos anos: Será que estamos na iminência da possibilidade de o boifica ganhar o tetra ou esta será antes mais uma treta do boifica?

RUI COSTA: o último canalha a roubar o FC Porto

PARA RELEMBRAR O "ESTILO" DE RUI COSTA

Em Fevereiro de 2016:

O F. C. Porto voltou, esta terça-feira, a lançar muitas críticas a Rui Costa, árbitro que dirigiu no domingo o jogo dos "dragões" com o Arouca, da 21.ª jornada da I Liga de futebol, que os portistas perderam por 2-1.

Quando começa a preparar a visita de sexta-feira ao Benfica, jogo da 22.ª jornada, "decisivo para as contas da Liga", o F. C. Porto insiste, na sua "newsletter" diária, que "a situação [seis pontos de distância para Benfica e Sporting] poderia ser bem diferente se o árbitro Rui Costa não tivesse subtraído cinco pontos ao F. C. Porto no espaço de um mês".

"Tanto prejuízo em tão pouco tempo deve ser recorde mundial e, desta forma, a Liga 2015/16 arrisca-se a ser conhecida como a Liga Rui Costa, tal como o Campeonato de 1958/59 é indissociável do nome de Inocêncio Calabote", refere o clube.

Um dia depois de ter falado de "coincidências familiares" na sequência do trabalho do árbitro da Associação de Futebol do Porto, o F. C. Porto acusa Rui Costa de ter subtraído ao clube cinco pontos "no espaço de um mês".

"Primeiro no jogo frente ao Rio Ave [1-1], em que perdoou um penálti aos forasteiros; anteontem [domingo], frente ao Arouca [1-2], foi o que se sabe e não vale a pena relembrar um lance que está bem fresco na memória de todos", pode ler-se na "newsletter", em referência ao golo invalidado ao argelino Brahimi na segunda parte.

Na "newsletter" de segunda-feira, o F. C. Porto abordou o vínculo familiar entre Rui Costa e Paulo Costa (irmão), membro do Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), bem como o facto de um dos adjuntos do treinador do Arouca, Lito Vidigal, ser filho do presidente do CA, Vítor Pereira.

Estou farto!

Das canalhices das arbitragens
Das incapacidades do meu Porto
(4 empates nos últimos 5 jogos!?)

Rui Costa, marcou mais de 40 faltas, mas não conseguiu ver um único penalty a favor do Porto!
Podemos começar já a abatê-los?





O que a ardilosa arbitragem de Artur Soares Dias veio dizer: ESTÁ COMPRADO O CAMPEONATO

Já que a justiça não funciona:
O que mais será necessário para começarmos a abater árbitros e dirigentes corruptos?

Imagens raras (IV)

As Maravilhas de Mondim de Basto!

Fabulosas imagens do Castelo de Noudar!

Artur Soares Dias é assim: só tem um amor

Na dúvida, beneficia os encornados
Na certeza, prejudica os adversários dos encornados

O guarda-redes boifiquista, rasteira o adversário dentro da área? O penalty não pode ser negado. O vermelho? Nem amarelo mostrou! Mais nada! 
Como eu disse logo que se soube da nomeação, com este miguel de vasconcelos dos tempo modernos, o polvo da capital não perdia.


ENTRE O GUARDA REDES E A BALIZA ESTÁ ALGUÉM? SABEM O QUE DIZ A LEI? SOARES DIAS FEZ UMA NOVA



Os Dragões já sabiam: assim que Soares Dias foi nomeado, logo soubemos que o polvo da corrupção não perderia. O jogo deu-nos, infelizmente e uma vez mais, razão.

Soares Dias era o pior dos árbitros para este jogo. Capela, Mota, Coutinho ou outro qualquer que se lembrem, estaria condicionado no seu boifiquismo conhecido e por mais de uma vez mostrado esta época. Quer a favor dos encornados quer contra o FC Porto. Soares Dias, esse é um artista que disfarça bem (?) o seu amor clubístico. Nos jogos entre Porto e Benfica já provamos da sua "isenção". 

Se o penalty era inegável, o guarda redes nem amarelo levou. Não havia ninguém entre e ele a baliza. Parece que as regras ameaçam com o vermelho. Repito: nem amarelo levou.  Na segunda parte, largos minutos sem assinalar uma falta contra o "seu" clube. A falta que deu golo aos encornados, podemos ver e rever, foi fabricada durante a semana. Investiguem e percebam quantas vezes a jogada foi ensaiada... Salvio não sofre falta, podemos ver e rever, mas o sítio era aquele. Repito: vão investigar quantas vezes a jogada foi ensaiada... Este campeonato, a ser vencido pelo polvo corrupto será um tributo à VIGARICE SALOIA CORRUPTA E CENTRALISTA.

Neste campeonato, o boifica leva já as mãos cheias de merda. Agora também tem o sangue de mais um assassínio.

Adepto italiano do sporting assassinado junto ao Estádio da Luz

Boifiquistas assassinam outro adepto. Imaginem o que seria se fosse no Porto

Engraçado ler os comentários do jornalixo lisboeta. Apoiantes do polvo, trataram o assunto como uma banalidade, um atropelamento infeliz. Jamais incluíram o nome boifica no agressor. "Engraçado", não é?

Meteoro

Santuário Nª Srª da Peneda visto do céu!