Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Reviver o passado em Vila do Conde

Rio Ave-FCPorto: 2-2

Ontem, perante uma equipa fraca, arrumadinha mas fraca, o FCPorto mostrou em campo aquilo que já havia feito em 99% dos jogos do campeonato passado: jogou devagar e davagarinho, pôs-se a jeito e sofreu para não perder, mesmo tendo estado em vantagem muito tempo.
É enervante este futebolzinho. Se a culpa é de Vitor Pereira ou dos jogadores não sei, mas que me apetecia entrar em campo e dar uns bons tabefes a todos eles para os acordar da letargia, lá isso apetecia.
Perderam-se 2 pontos e uma vantagem moral por falta de querer e agressividade competitiva.
Siga a marcha...

Nota: Dois penaltys perdoados: empurrão evidente sobre Atsu e aquele sobre o Kleber - este é escandaloso - foram escamoteados. Creio que já é o 4º ou 5º em cinco jornadas. É obra. Como obra é perceber que as equipas de lisboa, em duas jornadas, viram os seus jogos prolongados por 6 minutos para ver se a coisa mudava... Já para não falar nas expulsões. Ontem, no sanitário de alvalade, a expulsão do estorilista foi anedótica. Engraçado seria observar e ouvir sobre esta expulsão os mesmos que reclamavam da expulsão de um lagarto na jornada anterior...

Será por ser loira?

Ética ou Nacional Socialismo ?


Alguém pode explicar às bestas que estão por trás desta decisão a linha que separa o assassínio da morte por falta de tratamento?!

119 Anos: é de Campeão

ANOS

Site para Adultos

Piadinha

Um elefante vê uma cobra pela primeira vez.
Muito intrigado pergunta:
- “ Como é que fazes para te deslocar? Não tens patas!...”
- “ É muito simples” - responde a cobra – “ rastejo, o que me permite avançar.”
- “ Ah... E como é que fazes para te reproduzires? Não tens tomates!...”
- “ É muito simples” - responde a cobra já irritada – “ ponho ovos.”
- “ Ah... E como é que fazes para comer?
Não tens mãos nem tromba para levar a comida à boca!...”
- “ Não preciso! Abro a boca assim, bem aberta, e com a minha enorme garganta engulo a minha presa directamente.”
- “ Ah... Ok! Ok! Então, resumindo.... Rastejas, não tens tomates e só tens garganta... És Deputado de que partido?”

Momento musical: Bring Me Sunshine

Momento de Poesia: Do que não digo

Saberá o pálido papel
do veneno e da urgência
que tomam da boca as palavras
ou do júbilo dos corpos multiplicados
em muda agonia de amor?

As palavras que sei nada sabem
do que pressinto no teu peito,
ninho de gemidos.

Nada que eu diga, diz tudo de ti,
do devanear ou da saudade antiga,
pois que vives já nas minhas veias
semente, veio valioso do desejo.

Do que sei de ti,
tão dentro de mim,
as palavras não sabem dizer.

Saramar

PPP's: como funcionam em Portugal

Literatura: O Inverno do Mundo

O segundo livro da triologia O  SÉCULO, de Ken Follet, já está nas livrarias. Lançado em Portugal pela Editorial Presença, já podemos ler O Inverno do Mundo.
Depois do sucesso do volume inaugural, A Queda dos Gigantes, esta história abarca uma fase conturbada e bélica do século XX. Figuras históricas e acontecimentos reais vão passando pelos nossos olhos tendo sempre como companhia e em simultâneo as vidas da segunda geração das cinco famílias que, relembre-se, já conheceramos no primeiro volume. Ken Follet, através do seu talento narrativo e com uma admirável fundamentação, encaixa estas pessoas e o seu dia-a-dia nos  extraordinários acontecimentos que decorrem entre a ascensão do nazismo e as suas dramáticas consequências até ao início da Guerra Fria.»

Quem tudo quer tudo perde

TSU de Passos

Anjinhos...

(Portuenses) Temos de deixar de ser lorpas

Há um par de meses, António Costa pôs o dedo no ar, declarando-se indisponível para guarda- redes do Benfica mas apto para liderar o PS. Estou 200% de acordo. Tudo é possível desde o episódio Roberto. E Dino Zoff foi campeão do Mundo aos 40 anos. Mas o António tem crescido para os lados os centímetros que lhe faziam falta em altura e não é novo - tem 51 anos e com essa idade já nem o Benje era guarda-redes.

Acho que ninguém, nem mesmo o atual secretário-geral, tem dúvidas. Costa é o socialista mais apto para liderar o partido. É tão melhor que até se resguarda na Câmara de Lisboa enquanto Seguro faz de lebre na corrida de fundo em que a meta são as legislativas de 2015. Só na última volta é que ele vai saltar do pelotão para sprintar e tentar a vitória eleitoral.

O Costa sabe-a toda. Sabiam que teve a arte de vender os esgotos de Lisboa à EPAL por 100 milhões de euros? Ou seja, que nós, contribuintes de todo o país, pagámos uma fortuna para sermos donos das tubagens onde circulam águas limpas e sujas evacuadas por meio milhão de lisboetas e provenientes das suas sanitas, lavatórios e urinóis? Cheira bem, cheira a Lisboa? Até me arrepio só de pensar nisso!

Sabiam que vamos comprar por seis milhões de euros os terrenos onde está o CCB? Sabiam que lhe pagámos 286 milhões de euros para Lisboa não atrapalhar a privatização da ANA e reconhecer a propriedade do Estado sobre os terrenos do aeroporto, alvo de disputa porque, quando os adquiriu, Duarte Pacheco acumulava o Ministério das Obras Públicas com a presidência da Câmara de Lisboa e havia dúvidas sobre qual conta passou o cheque?

O António é um finório que aproveita o dinheiro que lhe damos para brilhar, alindando Lisboa com obras tão catitas como a pasteurização do Intendente, enquanto a SRU Porto Vivo não tem dinheiro para mandar cantar um cego.

Ele é finório e nós somos burros se não aproveitarmos o caminho desbravado. Após dez anos em que ficou a meio caminho entre o sujeito e o complemento direto, Rio parece ter finalmente percebido que nas relações com o Terreiro do Paço não pode ter medo de usar os cotovelos e deve falar alto e com voz grossa - com um pau na mão direita e um frasco de mel na esquerda.

Os terrenos do Sá Carneiro foram comprados pela Câmara do Porto. Pois bem, Rui, não sejas parvo, ameaça sabotar a privatização da ANA se não formos indemnizados.

Em 2004, na conversão da STCP em SA de capitais públicos, o Estado apropriou-se de terrenos e prédios que eram do município. Pois bem, Rui, fazes muito bem em exigir que ou nos devolvem os imóveis ou nos pagam uma indemnização.

E a imaginação é o limite. Por que não vendermos o Parque da Cidade à Cristas (tem a tutela do Ambiente), por uns 100 milhões de euros? Por que não vender os terrenos da Casa da Música ao Viegas (manda na Cultura) por uns dez milhões? Temos de deixar de ser lorpas.



Catalunha: um (grande) exemplo

Catalunha debate aspirações de soberania

O parlamento da Catalunha inicia hoje o debate sobre o futuro da agenda da soberania da região espanhola, num plenário do qual poderá sair uma resolução a favor da autodeterminação e, eventualmente, eleições antecipadas.



TIBETE: A China "transformou o país numa prisão"

O presidente do parlamento tibetano no exílio acusou hoje a China de ter transformado o Tibete numa prisão gigantesca, no discurso de abertura da maior assembleia de representantes da comunidade tibetana no exílio desde há quatro anos.

Na abertura do conclave de quatro dias em Dharamsala, uma cidade do norte da Índia, onde o Governo tibetano no exílio tem a sua sede, Penpa Tsering falou mesmo num "estado de lei marcial".

A China transformou o Tibete num território que parece uma prisão", afirmou.

Cerca de 400 representantes dos tibetanos no exílio em todo o mundo vão reunir-se pela primeira vez desde 2008 para definir a sua estratégia face à administração chinesa, após a onda de imolações pelo fogo de membros da sua comunidade, bem como a perspectiva de mudanças políticas em Pequim.

Segundo o Governo tibetano no exílio, 51 pessoas imolaram-se pelo fogo nos últimos três anos, dos quais 41 morreram face à gravidade das queimaduras.

"A questão é como é que nós, povo tibetano que vive no exílio, podemos responder à trágica situação no Tibete atualmente", acrescentou Penpa Tsering.

[DN]





Em Coimbra, o jogo teve prolongamento

Atente-se: o árbitro (o Xistrema) concedeu 4 minutos de compensação, mas o jogo apenas acabou aos 96 minutos !!! Conclusão: este jogo, inserido no lema ESTAMOS A FAZER AS COISAS PELO OUTRO LADO, teve compensação e prolongamento. 
Por outro lado este foi o 3º de 4 jogos em que os lampiões acabaram a jogar contra 10 !!! Ou seja, já lá vão perto de 150 minutos sempre em superioridade numérica. É obra, mas nem assim os encornados venceram...


Beleza e Simplicidade: Portugal no seu melhor

O filme "A Beleza da Simplicidade", que promove as paisagens, monumentos e cultura portugueses, voltou a ser distinguido em festivais internacionais, agora na Sérvia e em Cannes, anunciou, este domingo, o Turismo de Portugal.

O trabalho promocional foi premiado com grau ouro no Festival Internacional de Filmes de Turismo e Ecologia da Sérvia - "SILAFEST 2012", na categoria Melhor Filme de Turismo.
O filme foi também um dos distinguidos no Festival Cannes Corporate Media & TV Awards 2012, um dos mais representativos eventos de filmes corporativos em todo o mundo, acrescenta a informação.
A cor do troféu (branco, ouro, prata ou preto) será divulgada a 18 de outubro, em Cannes, de um total de 666 participantes a concurso, de 35 países de todo o mundo.
A produção do Turismo de Portugal já tinha sido premiada com uma medalha de ouro no "Tourfilm Riga" 2012, categoria Filme Comercial, na Letónia, e com medalha de prata no "World Best Films Awards", categoria Curta-Metragem, em Nova Iorque.
"O filme mostra um país que se distingue pela diversidade paisagística e monumental, pela cultura, pela modernidade e pelas inúmeras experiências que proporciona", explica o Turismo de Portugal.
A música é da responsabilidade de Nuno Maló, músico português radicado em Los Angeles, com uma carreira internacional na área publicitária e na indústria cinematográfica de Hollywood, acrescenta.

Está aí o mau tempo: previna-se


Tomates da Serra da Estrela


Telenovelas: momento esfusiante


Coronel Jesuíno na nova versão de "Gabriela".

Brevemente, numa operação stop perto de si


O (mau) filme da polémica absurda: "a inocência dos muçulmanos"

Olha quem veio para jantar: Torres Couto

Ao passear pelos canais, dei de caras, na RTPN, com um cromo que julgava desaparecido e enterrado: Torres Couto!
Aparentemente esquecida a justificação do seu "varrimento" da cena política (que escândalo senhores), eis que o antigo sindicalista está de volta (mas sinceramente esperamos que não volte) aos écrans, com direito a tempo de antena e para dizer o mesmo de outrora: boçalidades, banalidades, clichés e lugares comuns.  Há nódoas que nunca desaparecem...

A propósito de sondagens: atenção, o partido socialista não mudou!

DESCARAMENTO socialista

Quando o PS era a favor da privatização da RTP
Em 2010 os socialistas eram a favor da privatização da RTPem 2012 já não são. Como é fácil dizer coisas simpáticas quando se está na oposição.

Estar com a rapaziada
A descida da TSU foi anunciada vezes sem conta antes das eleições de 2011 e estava incluída no memorando de entendimento que José Sócrates assinou com a troika. O assunto foi inclusive discutido no debate entre Passos Coelho e Sócrates (no vídeo, a partir dos 43:06).

Não é de esperar que o eleitorado, sempre fraco de memória, se fosse lembrar de uma coisa destas. Mas seria expectável que pelos menos os três partidos que apoiaram o memorando se lembrassem do que lá está escrito. Por aquilo a que se tem assistido nos últimos dias, pelos vistos só o PSD é que ainda tem uma vaga ideia que a descida da TSU fez parte do acordo. Os outros dois já não se lembram do que assinaram e preferem estar com a rapaziada.

A verdadeira crise humanitária em Gaza



Quem o diz é o jornal árabe Asharq Al-Awsatque também descobriu que o território não vive qualquer tipo de crise humanitária devido ao bloqueio israelita. Muito pelo contrário, não só os milionários surgem como cogumelos, como o corrupto governo do Hamas prospera à custa do contrabando e outras atividades pouco religiosas. 
Nos territórios sob administração da Autoridade Palestiniana a economia também vai de vento em poupa. Mas neste caso a estratégia baseia-se no calote: os palestinianos da Judeia e da Samaria devem à companhia israelita de eletricidade mais de 432 milhões de shekels - a que acrescem 239 milhões de shekels devidos por  Gaza. O total ascende a 622 milhões de shekels (131 milhões de euros) e não contabiliza os roubos de energia que ocorrem um pouco por todo o lado.

O Irão e o "processo de paz" no Médio Oriente

Hoje sábado, o terrorista Jafari, comandante da guarda revolucionária do Irão (assim uma espécie de Pide armada) veio afirmar que acredita numa guerra contra o Estado Soberano de Israel.
Só os tolos e fanáticos muçulmanos é que acreditam que o programa nuclear iraniano se destina a fins pacíficos. Logo que aquele país terrorista se encontrar na posse total de um artefacto nuclear a história da humanidade vai sofrer um forte e quiçá definitivo abalo.
Seria importante que os EUA e a Europa recambiassem para os países de origem os milhares e milhares de muçulmanos que circulam pelas nossas cidades, sem respeito pelas nossas tradições e que lentamente vão corroendo a nossa civilização e o nosso modo de vida...
Na realidade estes terroristas (e todos os árabes de uma forma geral), odeiam o ocidente, em particular os Estados Unidos da América mas principalmente Israel.
Admira-me que nessa (má) onda estejam envolvidos muitos ocidentais, maioritariamente esquerdoides, mas também pessoas intelectualmente mais desenvolvidas e inteligentes...
Deixo aqui um vídeo que é esclarecedor daquilo que se convencionou apelidar de "processo de paz". 

Os loucos de lisboa

Imagens da "nova" rotunda do Marquês. Sem dúvida: estes lisboetas são loucos...

Chapa 4



Obs.: Repararam naqueles pedaços de relva que se começaram a levantar logo nos primeiros minutos de jogo? Será da seca ou o magnífico relvado do Dragão está aqui e acolá assim para o mauzinho...

E o que dizer a este golaço?

A trampa do Conselho de Estado: podridão da despesa pública no seu esplendor


Juiz Conselheiro Rui Moura Ramos – Representa o Tribunal Constitucional, órgão criou o actual problema. Co-responsavel por um problema de 2 mil milhões de euros.
Dr. Alberto João Jardim – faliu a Madeira. Custou mil milhões de euros em 2011
Dr. Mário Soares – representante da Fundação Soares (500 mil euros/ano)
Dr. Jorge Sampaio, a sua vida após o défice tem sido passada na Fundação Guimarães Capital Europeia da Cultura.
Dr. Bagão Félix, ex-ministo das finanças. A sua maior contribuição para a consolidação das contas públicas foi a redução do IVA nas fraldas.
Dr. Francisco Pinto Balsemão, representa o grupo Impresa. Principal beneficiário dos 250 milhões que o Estado despeja anualmente na RTP.
Dr. Luís Marques Mendes, esteve nos negócios das energias renováveis.
Dr. Luís Filipe Menezes, arruinou as finanças da câmara de Gaia.

(João Miranda, no Blasfémias - o título do post é da minha lavra)

Serenidade nas margens do Sado


Você pode ter umas férias inesquecíveis na Casas da Areia, um belo refúgio nas margens do rio Sado. Aqui, você pode alugar uma das quatro cabanas de pescadores construídas a partir de materiais locais. Os telhados são de colmo e o design minimalista mas impecável.
Há muitas praias por perto, todavia você provavelmente só vai querer desfrutar as vistas magníficas e aproveitar para dar umas voltas de bicicleta ao redor do lindo estuário do Sado. Não fique surpreendido se você encontrar Christian Louboutin e com ele conversar sobre a serenidade do lugar, pois ele tem uma casa nas proximidades.
Depois de ficar em Casas de Areia, poderá falar sobre "as suas férias inesquecíveis em Portugal".
Você pode encontrar mais informações sobre Casas na Areia aqui .

O outro palácio do Porto


Dois arquitectos estão ligados a este incrível hotel nas margens do rio Douro. O primeiro, o italiano Nicolau Nasoni, projectou o Palácio do Freixo no século 18 para a família de um clérigo rico, Jerónimo de Távora. O segundo, o Português Fernando de Távora, um parente do proprietário original, transformou-a em um hotel de luxo.
Construído em 1750, tornou-se o mais elegante palácio do Porto. Foi aqui que o rei Luis I ficou quando visitou a cidade em 1872. Mas no século que se seguiu à visita real assistiu-se ao seu   declínio e decadência. Foi construída uma fábrica de sabão na propriedade. Mais tarde, esta fábrica foi convertida numa destilaria. Mais tarde ainda, o palácio tornou-se a sede da fábrica da farinha Harmonia. Um moínho de farinha foi construído nos seus jardins e muitas das salas do palácio foram usadas ​​para armazenamento. Quando a cidade do Porto comprou o palácio em 1986, pouco mais era do que uma ruína romântica.
Em 1995, o projecto de restauração liderada por Fernando Távora e seu filho trouxe o palácio à sua glória original. Os elegantes quartos foram restaurados, surgiu uma sala de jantar espaçosa e algumas salas de reuniões. O moínho da farinha foi reconfigurado para acomodar quartos confortáveis ​​que têm uma vista deslumbrante sobre o rio Douro. O palácio do Freixo é o palácio mais elegante no Porto.
Palácio do Freixo, Estrada Nacional 108, Porto, tel. 225-311-000, email: guest@pousadas.pt. Clique aqui para o site do hotel.

Um abraço vale mais do que mil cocktails molotov


Chá de Vinho do Porto


O Porto é a cidade mais bonita do mundo à noite



Na primeira noite fiquei arrepiada." 

"O Porto é a cidade mais bonita do mundo à noite”. É assim que começa a conversa com Kiersten Rich, mais conhecida como “The Blonde Abroad”, pelo seu famoso blogue, onde relata as infindáveis viagens que realiza quase permanentemente.

Procuramos desmistificar o tom, perguntando se é isso que diz em todas as cidades que visita. Ri-se, sem timidez, negando-o.
 “De todo”, acrescenta. Vejo sítios muito bonitos e conheço pessoas únicas um pouco por todo o mundo. Mas há poucas cidades em que penso: a esta quero vir todos os anos, ou muitas vezes. O Porto é uma delas. Sem dúvida, é dos melhores sítios que já visitei.
- Porquê?
- Autenticidade. É uma cidade que é autêntica nas ruas, nos prédios e nas pessoas. É uma hospitalidade genuína, não é um sorriso-para-vender
- Então foi o Porto à noite que mais te impressionou?
- Sem dúvida. Levaram-nos ao Yeatman e eu fiquei parada, ali, a pensar: parece Monte Carlo, só que dos dois lados do rio. 
Absolutamente único, inigualável. Mas há outras coisas que me marcaram. É uma cidade europeia, como nós americanos gostamos. Cheia de História, com um cosmopolitismo diferente, autêntico. Curiosamente, não parece muito Espanha, mas Itália. As roupas a secar são uma delícia e fazem-me lembrar Itália….
- Nápoles, Palermo,…
- Isso! É uma cidade que vive sem complexos, não se esconde de si mesma, porque quem cá vive ama esta cidade. O sucesso da vossa página reflecte isso mesmo. Não é normal, mais de 100.000 fãs em meio ano! Nem aqui nem em lado nenhum do mundo. Outra coisa que a cidade tem de único é esta maravilhosa ligação ao Vinho do Porto. A mim também me diz muito, porque sou californiana, e nós compreendemos bem o que é ter um ADN ligado aos vinhos. 
- Já conhecias o Vinho do Porto?
- Sim e não (risos). O vinho do Porto é uma bebida doce, escura. É um óptimo néctar, mas eu não aprecio vinhos doces. Mas quando cheguei percebi que eu não percebia absolutamente nada de Vinho do Porto, e provavelmente muitos americanos também não. Pode ser branco, tawny, rosé, em cocktails com gin, e é óptimo, adoro. Só por isso já tinha valido a pena vir.
- O que é que não gostas no Porto?
- Não sei, acho que gostei de tudo.
- Não sejas cliché, Kiersten. Arrisca, ajuda-nos a melhorar.
- (pensativa)… Hmmmm…. A sério, não me lembro de nada… tipo: os táxis são mais caros do que seria de esperar, mas isso não pode ser uma queixa, é mais uma invenção, porque não me lembro de nada que não tenha gostado… Até a comida é óptima, eu só como vegetariano e peixe e o peixe aqui é estupendo! 
- Mas não vês nada melhorável?
- Melhorável há sempre. Por exemplo, têm edifícios a cair na Baixa e Ribeira. Outros estão renovados e pintados. É uma paisagem linda. Pode melhorar, claro, mas ao mesmo tempo assim é tão autêntica que delicia. 
- Como nos enquadras em termos de desenvolvimento, no espectro mundial?
- É uma cidade normal, integrada na Europa contemporânea. Parece um óptimo sítio para viver, não é como aquelas cidades em que toda a gente está com pressa sabe-se lá para o quê… Aqui até nos engarrafamentos as pessoas parecem apenas moderadamente stressadas, continuam bem dispostas e de bem com a vida, mesmo numa situação económica instável. 
- O que achaste de Lisboa?
- Gostei muito, também. É uma cidade bonita, também cheia de História e de pessoas interessantes. Mas é menos intimista e talvez menos autêntica que o Porto. Gostei das duas, mas pessoalmente o Porto diz-me mais. Mas é uma questão apenas pessoal, outros bloggers podem achar o contrário.
- Como é viver sempre na estrada? Tens casa?
- Sim, tenho casa, em San Diego, onde está a minha família e amigos. Há bloggers que optam por prescindir de um espaço seu e viajar sempre, toda a vida. Eu não, eu adoro ter uma casa. Ando nove ou dez meses por ano em viagens, adoro passar férias em casa.
- Passar férias em casa sem ser por obrigação até deve ser giro ;) Como chegaste até aqui? Sempre tiveste o sonho de ser uma blogger?
- Não, nunca. O meu sonho não era ser uma blogger, era ser feliz. Era e é. Eu trabalhava em finanças, num grande escritório de Los Angeles. Excitante, hm? Umdia, decidi mudar de vida e mudei mesmo. Construi a minha marca e o meu blog (link em baixo) e parti a conhecer o mundo, dando-o a conhecer através dos meus olhos a muitos que não o podem fazer. Conhecer países, culturas e sobretudo pessoas faz-me feliz. Hoje, faz-me feliz, se amanhã não fizer, mudo de vida outra vez.
Antigamente, as pessoas trabalhavam décadas para depois usufruir, nomeadamente viajando. Esse modelo esgotou. A nossa geração quer mais e melhor. Quer viver enquanto vive, quer ser feliz todos os dias. Eu digo sim.

O blog da Kiersten está em 

O melhor cartaz da manif



Imagem tirada no Porto durante a manif de sábado e publicada pelo Fernando Moreira de Sá, no Forte Apache

A política é mesmo uma coisa tramada

Mother Jones trama Mitt Romney ?

Ouvido por aí

Regressado à Pátria, ouvi dizer que ocorreu para aí um TSUICÍDIO!?

De volta à ...

Um mal nunca vem só

Acabei de chegar e levo logo com esta: Luís Filipe Menezes anunciou a candidatura à presidência da Câmara Municipal do Porto. Sendo verdade que o execrável e odioso Rio deixa a câmara do Porto com as suas contas equilibradas, o Porto e os portuenses, atulhados pela crise e pelo agravamento da austeridade, irão perceber um adágio popular no caso de uma vitória daquele que até ao momento é o presidente da câmara mais endividada do país:  um mal nunca vem só...

E para que conste...

Era bom mas acabou-se...

 

  

  

  


Fééééérrrrriiiiiaaaaasssss !!!!

Até já.....