Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Gin Tasting



"Já fiz o contacto" - António Costa o protector de PEDÓFILOS!

O Porto em imagens (196)


Continua a feder o nº 58 da Rua Alexandre Herculano, na capital centralista e colonialista

Pinto da Costa aproveitou o final do encontro com o Chelsea para deixar um recado à Federação Portuguesa de Futebol, uma vez que nenhum representante da instituição esteve presente no Dragão.


"A equipa, a jogar assim, com esta determinação, abre boas perspectivas para poder ser apurada. O apoio foi constante, casa esgotada, só havia três ou quatro lugares vagos que eram destinados à Federação, que mais uma vez faltou. Eram os lugares do presidente e dos directores", referiu aos jornalistas.

"Foi uma noite feliz para o futebol português. Não sei se a FPF também estará feliz porque se calhar ainda nem sabe o resultado, digo daqui ao senhor presidente e directores que o FC Porto ganhou 2-1 ao Chelsea. Estiveram cá responsáveis da Federação Espanhola, esteve o seleccionador nacional com todo o gosto nosso, mas da FPF, como tem acontecido… Se calhar já estão em Madrid para ver amanhã o benfica. Tinham medo de perder o avião. Mas também não fazem aqui falta nenhuma", continuou.

Por fim, o presidente do FC Porto falou mesmo em "desrespeito".

"É um desrespeito estando o FC Porto na Champions e tendo jogado recentemente com o benfica, encontrar dirigentes nos jogos dos clubes da capital e aqui ninguém se digna a estar presente, mas mesmo sem esse apoio vamos vencendo e prestigiando o futebol português", concluiu.

UN: Slaughter of 1.5 million Armenians is not genocide

UN Secretary-General Ban Ki-moon rejected the Pope’s categorization of the slaughter of 1.5 million Armenians during World War I as genocide.

United Nations Secretary-General Ban Ki-moon said that the slaughter of 1.5 million Armenians during World War I was not genocide, but rather “atrocity crimes.” The categorization was in response to a statement made earlier by the Pope, who called it “the first genocide of the 20th century.”
April 24, 2015, marks the 100th anniversary of the start of the Armenian genocide. On that date, the Ottoman Empire rounded up 250 Armenian leaders and intellectuals whom they accused of supporting the Russian enemy in World War I. The Ottomans then executed Armenian men of military age and sent the elderly, women and children on death marches into the Syrian desert. Scholars estimate that 1-1.5 million Armenians died.
The term “genocide” was coined in 1943 by Raphael Lemkin, a Jewish refugee from Poland, specifically to describe the experience of the Armenians.
In recognition of the approaching anniversary, Pope Francis held a special mass in memory of the victims, during which he noted the “three massive and unprecedented tragedies” of the past century. “The first, which is widely considered the first genocide of the 20th century, struck your own Armenian people,” he said. “Bishops and priests, religious women and men, the elderly and even defenseless children and the infirm were murdered.”
The other two tragedies were the Holocaust and the Stalinist massacres, he said. Israel will commemorate the Holocaust on Yom Hashoah, which begins Wednesday night.
Turkey responded to the Pope’s statement by recalling its ambassador to the Vatican for consultations. Turkish Prime Minister Ahmet Davutoglu said that “to read these sorrows in a one-sided way is inappropriate for the pope and the authority that he holds,” while Foreign Minister Mevlut Cavusoglu described it as “far from the legal and historical reality.”
FOR THE ENTIRE ARTICLE CLICK LINK

É só para recordar...


Lembra-te: ele apoia a tortura animal


Lembra-te: ele já foi ministro e fez $%&# da grande


Amanhã, o jornalixo desportivo lisboeta vai dizer que o Chelsea, o campeão inglês, está fraco...




Nota aos jogadores e treinador:  queremos esta atitude SEMPRE!


O Porto em imagens (195)


Where are the human rights scumbags on this one, or anything else related to ISIS for that matter

WHERE IS THE MEDIA COVERAGE FOR THIS POOR KID...imagine if this baby was 'Palestinian', it would be the most famous picture ever!


As imagens que a imprensa esquerdista europeia não mostra

VIDEO: MASSIVE ANTI-IMMIGRATION PROTEST IN GERMANY. THE PICTURES THE LYING PRESS WON’T LET YOU SEE


This video shows the scene at the very end of the protest. With the far-left and police shocked into good behaviour by the sheer size of the crowd, the demonstrators sang a huge chorus of their national anthem before dispersing peacefully. They’ll be back next week, with all concerned aware that it was popular protest in Dresden that played a key role in bringing down the last destructive tyranny that Angela Merkel was involved with – the old Communist dictatorship in East Germany.



The controlled media has deliberately blacked out mass German opposition to the ‘refugee’ invasion of Europe, with the latest such example being the huge rally held in Dresden on September 21.

The rally, attended by tens of thousands of ordinary Germans, men, women and children—accompanied by a smattering of other European nationalities—filled the entire city centre, but news of this possibly biggest ever public opposition to Angela Merkel’s treasonous policies was covered in a highly negative fashion by some German media, and completely ignored by media outside of that country.
The MSM clearly fear the possibility of ‘contagion, with awareness of the scale of the protests in turn encouraging them to grow in other countries. Here are just a few of the pictures that the Lying Press here won’t let you see:




The German coalition government has been shaken to its core by the announcement by Bavarian Christian Socialist Union (CSU) party leader Horst Seehofer, who is also prime minister of that state, that he supports Hungarian Prime Minister Viktor Orban’s move to close the Hungarian border.
The CSU is Angela Merkel’s most senior coalition partner, and Seehofer’s open split with her on the topic is the clearest indication yet of a potential crack in the German government over the issue.
In an interview with the Ingolstadt Donaukurier, the CSU chief openly criticized Merkel, saying that “I would not have taken the decision to let the refugees from Hungary to enter Germany and I still maintain that. That was a mistake that must not be repeated.”

O Porto está na Moda e a Moda está no Porto: Porto Fashion Week's - Night Out


Na próxima quinta-feira, 1 de Outubro, entre as 18:30 e as 23:30, a Baixa do Porto vai ter a sua primeira Night Out. São já 28 lojas aderentes (com horário alargado), dois restaurantes e um bar, numa noite que promete descontos, animação e muitas surpresas. A base desta iniciativa, integrada no programa do Porto Fashion Week, será o Passeio dos Clérigos e a zona envolvente. 


FC Porto - Now and Forever

Lembra-te: quem semeia colhe


António Costa recebeu da SIC mais de meio milhão de euros pela participação no debate semanal da «Quadratura do Círculo», ao mesmo tempo que mantinha a exclusividade de funções, a tempo integral de Presidente da CMLisboa, com salário completo?!? … “Uma pessoa desta qualidade e honestidade só pode estar inocente”!



Atenção para essa ONG: a COEXIST


Ela prega a tolerância e convivência pacífica entre todas as religiões, mas é tudo mentira. Boicotem e não participem de nada promovido por esta ONG COEXIST, pois na verdade ela foi criada e é dirigida pela Muslim SISTERHOOD, que é a versão feminina da Muslim Brotherhood e é dirigida pela filha de um dos líderes da Muslim Brotherhood. É uma ONG da JIHAD CULTURAL.

>>> site da COEXIST: https://www.coexist.org/


Veja o que diz o minuto 13:31 deste vídeo:https://www.youtube.com/watch…

>>> Dalia Mogab é islamita, egípcia por nascimento, pertence à equipa que orienta Obama na Casa Branca em relação aos assuntos sobre o Oriente Médio, é directora da ONG "
Muçulmanos Ocidentais, factos e iniciativas", directora da ONG " Coexist", directora do " Centro de Estudos Islâmicos da fundação Gallup", directora da " Fundação Gallup" de Abu Dhabi, é especialista em consultoria para negócios transculturais, diversidade e entendimento cultural. Nos bastidores ela trabalha para grupos extremistas islâmicos para aumentar a representatividade destes nas actividades do Conselho do presidente Obama e com a finalidade de aumentar a conversão dos infiéis. É uma ferrenha defensora das ONGs CAIR e ISNA, conhecidas na imprensa como apoaiantes do ISIS e de grupos extremistas terroristas islâmicos, como o Hamas, etc...ligados à " Irmandade Muçulmana".
É apoiante e membro das ONGs:
- MAS (Sociedade Americana Islâmica),
- ICNA (Círculo Norte-Americano Islâmico),
- MPCA (Conselho de Assuntos Islâmicos Populares - a 

Irmandade Muçulmana dos USA - um grupo que ensina técnicas jihadistas aos seus membros)
A frase que Dalia Mogab mais gosta de repetir é: " Não há nenhuma relação entre a religião Islão e o extremismo violento."
Dalia Mogab é uma defensora do Lei Sharia e afirma que a Lei Sharia não oprime a mulher islâmica.

A actuação de Dalia Mogab, na Fundação Gallup, tem sido influenciar e orientar Obama sobre as decisões em relação aos muçulmanos dos USA e em relação às políticas americanas no Oriente Médio. Ela é uma das pessoas que mais influencia as decisões de Obama em relação ao Oriente Médio e Israel. Ela foi seleccionada pelo próprio presidente Obama como " conselheira" sobre assuntos em relação à política externa com o Oriente Médio. Ela ainda faz parte do " Grupo de Combate à Violência Islâmica" do Departamento de Segurança Interna dos USA.
Ela foi a primeira mulher a trabalhar na Casa Branca usando um Hijab.

Foi uma das conselheiras de Obama que incentivou o fomento da guerra civil dentro da Síria. E a justificativa dela para que os USA atacasse o governo de Hafez Assad (pai de Bashir al-Assad) era de que ele não era firme em sua postura contra Israel.

Publicidade


Hoje

Nuno Pimenta (7h da manhã)

Costa confessa: o PSD fez bem!

O Porto em imagens (194)

Gina Cunha

É só escolher a cor

na Rua Coronel Raúl Peres, 100, na Foz

Young Muslim comic takes on fundamentalists



Sakdiyah is a young Muslim comedian who takes fundamentalists down several notches with her razor-sharp wit. In the face of rising extremism and violence, she uses her stand-up comedy as a platform to speak up for the rights of women!

Subscribe for more stories of moral courage: http://goo.gl/jHnM5

Moral Courage TV tells the stories of people who are fighting corruption in their faith, culture, or workplace. Whether they are standing up to a bully, breaking up a gang, or simply seeking truth, the heroes of our stories refuse to fail.

Irshad Manji, Executive Producer of Moral Courage TV, invites you to discuss and debate on Facebook:http://www.facebook.com/moralcourage

Uma caricatura socialista: percebem ou querem um desenho melhor?


Colinho v.3.


Pessegueiro Island aerial view - Porto Covo

Datas com História: 28 de Setembro de 1893






Momento Musical: Demónios da Garoa


Demônios Da Garoa & Fundo De Quintal - Trem Das Onze
Posted by Músicas para Matar a Saudade 

Nó de gravata

Parabéns para a Arábia Saudita que preside a partir de agora o conselho dos direitos do homem na ONU!


Yoga para a alma

O Porto em imagens (193)

Francisco Bernardo

Porto: timelapse

Momento Musical: Karetus

Respeito pelos mortos à maneira muçulmana

Dias atrás ocorreu mais uma tragédia em Meca, quando mais de 700 muçulmanos morreram esmagados e outros 800 ficaram feridos. Veja como os sauditas recolheram  os corpos dos mortos.


O Porto em imagens (192)


Palhaço, sim senhor!

Estou? André André, André Villas-Boas sff

... assim como burro velho não aprende línguas, o basco não aprende com os erros, logo, by by

... até porque aqueles gajos podem fazer muito melhor


A canela dos do Porto ia até ao pescoço, mas isso não justifica a vergonhosa incompetência

... primeiro aquelas camisolas de mer#$%
... contra um dos últimos (1 único ponto), sofrer 2 golos em 3 remates do adversário e não conseguir segurar as vantagens, francamente ...
... é assim que se perdem campeonatos:  fora de casa, até agora, 1 única vitória e 6 !!! golos sofridos!
... e voltamos ao desencanto das últimas épocas, com um treinador que parece insistir sempre nos mesmos pecados ...
... vale a pena continuar a insistir em Herrera? Tello?
... e por favor assalariados, invistam no campeonato e deixem-se lá de europas...

Nota: o Moreirense jamais poderia ter acabado com 11 bem como não merecia ter tido a sorte do jogo, pois limitou-se a defender até ao tutano, conseguindo um golo saído de um lançamento de linha lateral e de um pontapé saído de uma escorregadela...
Amanhã, por muito menos agressividade, se for preciso, quer o Paços quer o Boavista vão acabar com 10. Olhem para o que vos digo...

O Porto em imagens (191)


Ditadores...


Toma que é democrata

O Porto em imagens (190)

Ana Maria Fonseca

A lapidação de Soraya M

Baseado em factos reais este filme mostra como as mulheres são tratadas no Irão de acordo com a famigerada lei islâmica (sharia)

FILME COMPLETO:

Portugal redescobre a herança judaica



WATCH: Portugal Rediscovers Its Jewish HeritageClick here for more from Jewish Discoveries: http://www.haaretz.com/video/1.670992
Posted by Haaretz.com on Quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Egipto: noivas católicas raptadas


It is a phenomenon that is scarcely known in the West: the kidnapping and rape of Christian women and girls and their forced conversion to Islam. "Before 2011 it affected perhaps six or seven girls in the whole of Egypt. But now the numbers have grown into the thousands," Said Fayez, a Coptic lawyer and human rights activist told Aid to the Church in Need (ACN). Very young girls are a particular target for radical Muslims. Such as the 14-year-old Nadia Makram. In 2011 she was kidnapped during a church service. Since then, her family have had no contact with her anymore. Although the family know who did it, the police do not help them. "They even warned us not to pursue the matter any further. I must accept that my daughter has been kidnapped," says Nadia's mother, filled with pain.


Kidnapping, forced conversion, female circumcision, social discrimination: Christian women in Egypt face many problems. But the Catholic Church is working on their behalf. 



António Costa: top 10 da incompetência e da mentira

O Porto em imagens (189)

Conceição Silva Fadista

SHARIA a lei do "amor" e da "paz"



Entre nessa Campanha de dizer NÃO a islamização.☪
MAOMÉ É UM EXEMPLO PARA OS MUÇULMANOS 
Vejam como é viver na opressão de leis religiosas. Se não tomarmos cuidado, essa mistura explosiva de ignorância e fundamentalismo que está sendo cultivada no Brasil e Portugal nos levará a testemunharmos - em breve - absurdos iguais a este na Indonésia. Lá, patrulhas do "vício" e da "virtude" foram instituídas para que as pessoas sejam obrigadas a seguir a lei islâmica ou Sharia. Só discordo do jornalista ao afirmar que, de sua perspectiva europeia, é tudo muito estranho e um tanto triste. Para mim, tal fato é bizarro, triste e lamentável de qualquer perspectiva humana no século XXI.Mais do que uma religião, o Islão é uma doutrina ideológica completa, que rege os aspectos da vida de muçulmanos e não-muçulmanos. É a única "religião" com uma teologia com regras para a conquista e subjugação dos não-muçulmanos, consolidadas na Lei Islâmica, a Sharia. O objectivo do Islã é implementar a Sharia em todo o mundo. Esta página apresenta aspectos da Sharia que são contrários aos Direitos Humanos, bem como mostra que a Sharia está viva, atuante, e se propagando pelo mundo.3:) Islamismo 3:) sempre decidindo quem você é 3:) o que deve pensar 3:) o que dizer 3:) o que fazer 3:) o que comer 3:) o que beber 3:) o que vestir 3:) a quem aplaudir e a quem odiar 3:)

A TVI, essa estação tão socialista...


Melhor hospital público fica no Porto

Foto José Coelho/Lusa
O Hospital de S. João, no Porto, mantém liderança do ranking dos hospitais públicos, indica a avaliação realizada pela da Escola Nacional de Saúde Pública.
A directora clinica daquela unidade de saúde, Margarida Tavares, revela a receita do sucesso: um autêntico trabalho de equipa.
“Endereço de imediato a todos os profissionais do centro hospitalar de S. João e a todos os nossos utentes, porque é a eles e por eles que este resultado existe. Aproveito também para agradecer e para enviar este prémio, digamos assim, a todas as nossas chefias intermédias – os directores da unidades intermédias de gestão, os directores de serviço - que têm tido um papel fundamental a motivar os nossos profissionais”, afirma Margarida Tavares.
De acordo com a avaliação da Escola Nacional de Saúde Pública, o Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, uma parceria público-privada sobe dois lugares, do quarto para o segundo.
Na terceira posição surge o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. O quarto posto é ocupado pelo Centro Hospitalar de Lisboa Norte, que inclui o Santa Maria e o Pulido Valente.
O Hospital de S. João repete a liderança, mas Margarida Tavares não receia aumento das listas de espera e destaca a capacidade de resistência do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
“Temos tido uma grande capacidade de gerir as nossas listas de espera. Obviamente que existem regras de referenciação, mas estamos a falar de um Serviço Nacional de Saúde de grande qualidade que tem de ser mantido e, portanto, todos os utentes do SNS estão bem servidos e é importante que continuem a ter acesso a este Serviço Nacional de Saúde”, sublinhou.
Este ranking resulta da avaliação de um conjunto de dezena e meia de parâmetros, onde se incluem, por exemplo, os episódios de internamento de múltiplas especialidades, mas também outros indicadores como mortalidade, complicações de cuidados e readmissões.

É assim que Inglaterra e França discriminam os cristãos no acolhimento aos refugiados

O alarme do Arcebispo da Cantuária: “Apenas os refugiados dos acampamentos da ONU? Mas ali os islamitas expulsam os cristãos”. Na França, por sua vez, há “exigências específicas”.

Por Tempi | Tradução: Gercione Lima – FratresInUnum.com

Inglaterra e França se comprometeram a acolher, respectivamente, 20 mil e 24 mil imigrantes, mas as regras estabelecidas por ambos os governos discriminam os cristãos, que é o grupo de pessoas que mais necessita de acolhimento.



“CRISTÃOS SÃO DEIXADOS POR ÚLTIMO”. O alarme foi soado na Inglaterra pelo ex-arcebispo da Cantuária, Lord Carey, que escreveu no Telegraph: “Quem entre nós pede há meses compaixão pelas vítimas da Síria, vive uma grande frustração, porque a comunidade cristã, mais uma vez, é abandonada e deixada por último”. O primeiro-ministro David Cameron, de fato, anunciou que acolherá somente aqueles que já se encontram em um acampamento de refugiados das Nações Unidas.

DISCRIMINAÇÃO. “Mas, assim – continua o antigo primaz anglicano -, Cameron inadvertidamente discrimina as comunidades cristãs, que são as mais afectadas por esses carniceiros desumanos que se auto-denominam Estado islâmico. Você não vai encontrar nenhum cristão em campos da ONU, porque eles são atacados e feitos alvos dos muçulmanos que os expulsam desses campos. Por isso, eles procuram refúgio em casas particulares e nas igrejas”.  Ao invés de discriminar os cristãos, “a Inglaterra deveria considerá-los uma prioridade, porque eles são o grupo mais vulnerável. Além disso, nós somos uma nação de origem cristã e os cristãos sírios não teriam problemas para se adaptar. Alguns não vão gostar do que eu vou dizer, mas nos últimos anos a imigração muçulmana em massa para a Europa tem sido excessiva e levou ao surgimento de guetos onde eles vivem à  margem da sociedade”.

APELO DOS ANGLICANOS: Após a publicação deste artigo, o actual arcebispo da Cantuária, Justin Welby, falou pessoalmente do problema durante uma reunião privada com o primeiro-ministro britânico. Ele repetiu as palavras pronunciadas segunda-feira diante da Câmara dos Lordes: “Nos campos de refugiados da ONU, a radicalização e a intimidação são generalizadas. Assim, a população cristã foi forçada a fugir desses campos. Qual é a política do governo para alcançar os refugiados que não estão nos campos?”.

EXIGÊNCIAS PRECISAS. O problema da discriminação contra os cristãos no acolhimento de refugiados não acontece apenas na Grã-Bretanha, mas também na França. O especialista em Síria da Universidade de Tours, Frederic Pichon, declarou em 11 de Setembro na Rádio Courtoisie: “Esta tarde, eu falei com um alto funcionário da República que trabalha no acolhimento de refugiados e ele me disse que eu poderia divulgar essa informação. Então, eu aproveito esta oportunidade para fazê-lo: há exigências específicas da parte do governo para ignorar o problema dos cristãos no Oriente”.

INÚTIL PEDIR VISTO. Em primeiro lugar, de acordo com as informações de Pichon, o motivo pelo qual “os cristãos iraquianos e sírios esperam até oito meses por um visto na sede da Embaixada da França no Líbano” é porque “o dossier sobre cada um deles é examinado por uma empresa privada de propriedade de um muçulmano sunita”. Ele continua: “É um alto funcionário, um prefeito que me revelou que ele mesmo aconselhou os cristãos a não buscar os vistos, mas tentar atravessar através da Turquia”, e depois buscar as vias ilegais percorridas por todos os outros imigrantes ilegais, “se eles quiserem arriscar a ter uma chance”.

CONTRA O REGIME. Mas o que seriam essas “exigências precisas” por parte do governo? “Segundo o que me revelou o funcionário do governo francês, o conceito é o seguinte: ‘Sírios podem ser acolhidos, mas sob a condição de que eles não sejam favoráveis ao regime [Assad]'”. Subentendido: se você é alauíta ou cristão, você é considerado pró-regime, e assim o seu visto “nunca chegará”.

TRADUTORES ÁRABES. Este não é o único problema. Falando no mesmo programa de rádio, Marc Fromager, chefe da “Aide à l’Eglise en détresse” (Ajuda à Igreja que Sofre) revelou: “Não é de hoje que eu recebo denúncias desse tipo aqui na França”. Por exemplo, os cristãos egípcios que fogem do seu país, porque são ameaçados. O caso deles está sendo tratado com a ajuda de tradutores de árabe que são quase todos muçulmanos de origem norte-Africana. Estranhamente, quase nunca acontece destes cristãos serem reconhecidos como tendo direito a asilo político e assim são rejeitados. Ao invés disso, os muçulmanos são bem-vindos com muita facilidade. Seria necessário tradutores neutros sob o plano religioso e que façam seu trabalho com isenção, porque era evidente que os cristãos egípcios se encontravam em perigo físico”.


YOM KIPUR


Yom Kipur, dia do perdão, a mais importante data da religião judaica 

Celebrado no décimo dia de tishrei (entre Setembro e Outubro), é dedicado à contrição, às orações e ao jejum, como demonstração de arrependimento e expiação, em busca do perdão divino e de felicidade no ano que se inicia.


É violentamente agredido e ainda recebe um amarelo ... na maca!

Agressor Assassino:  Duarte Machado (Atlético de Lisboa)
Árbitro Incompetente e Incapaz: João Carlos Bento - AF Santarém  


Até que enfim a Antena 1 grita um golo do FC Porto como deve ser


A alegria de Casillas



Um Mundial, 2 Europeus, 3 Champions, 5 La Ligas... e ainda festeja assim.  A alegria de Casillas com o golo de André André ao Benfica
Posted by Visão de Mercado on Terça-feira, 22 de Setembro de 2015

O Porto em imagens (188)


Noites Ritual, no Porto


NOITES RITUAL, NO PORTO – ENTRADA GRATUITA DIAS 25 E 26 DE SETEMBRO 2015


Dias 25 e 26 de Setembro, as Noites Ritual voltam à cidade do Porto com duas noites de vários concertos gratuitos nos Jardins do Palácio de Cristal. Sim, leu bem, a entrada é gratuita!
A 24ª edição deste evento vai ter dois palcos: um dedicado a projetos emergentes e outro com artistas nacionais consagrados.
Além disso, as Noites Ritual contam com um mercado de comércio justo, onde artesãos e criadores vão mostrar e vender os seus produtos, uma área Ritual Lounge dedicada ao vintage (onde será exibido algum do arquivo audiovisual do festival) e diversas atividades de expressão artística.
Abertura de portas: 20h00
Início dos espectáculos: 22h00
ENTRADA LIVRE

PROGRAMA 
SEXTA, 25 DE SETEMBRO
22h00 – Grandfather’s House [Palco Ritual]
22h50 – PZ [Palco Noites Ritual]
00h05 – Oliveira Trio [Palco Ritual]
00h55 – Capicua [Palco Noites Ritual]
SÁBADO, 26 DE SETEMBRO
22h00 – Pe7er Panic [Palco Ritual]
22h50 – Rita Redshoes[Palco Noites Ritual]
00h05 – Lola Lola [Palco Ritual]
00h55 – Diabo na Cruz [Palco Noites Ritual]
ATIVIDADES NO RECINTO
RITUAL LOUNGE – VINTAGE
Sala Vip – | 25 e 26 Setembro | 15h00 às 01h30
Tendo em conta o imenso protagonismo do chamado estilo retro actualmente, em diversos campos culturais, as Noite Ritual vão também apresentar o Ritual Vintage, uma mostra deste movimento, em várias formas de expressão artística e de objetos.
Vai ser possível também ver e ouvir excertos da ‘memorabilia’ proveniente do extenso arquivo audiovisual que o festival possui, aliado a uma decoração bem peculiar.

MERCADO RITUAL
Urban Market by Portugal Lovers vai ao Mercado Ritual | 25 e 26 Setembro | 16h30 às 01h30
Edição Especial Noites Ritual 2015

A Portugal Lovers, tal com as Noites Ritual centra a sua Paixão pelo que é nosso a nossa cultura, o nosso património, as nossas pessoas a nossa música, os nossos produtos, uma relação apaixonada com a cidade, envolvendo os habitantes, o comércio tradicional. Divulgar criadores portugueses, marcas, ajudar o comércio tradicional, criar uma relação de forte cumplicidade com a cidade, para a cidade e pela cidade. Promover o que de bom se faz em Portugal e quem o faz bem.
ESPAÇOS DE LAZER
Aproveitando os Jardins do Palácio de Cristal a Porto Lazer activa espaços de descontracção.

OUTRAS ACTIVIDADES
Em determinados espaços do recinto a chamada música/músicos de “rua” de diversos quadrantes e estilos são mais uma atracção a ter em conta.

ZONA DE RESTAURAÇÃO
Avenida das Tílias (junto à Biblioteca Almeida Garrett)

Marinho Pinto destrói Costa: António Costa é um produto político de Sócrates


"António Costa é um produto de Sócrates, é um produto político de Sócrates, se está no lugar onde está deve-o a José Sócrates. 
O que mais me impressionou e chocou na vida pública portuguesa foi essa patifaria que fizeram a António José Seguro, despedi-lo publicamente, escorraçá-lo publicamente por incompetência.

António Costa tem obrigação de saber se Sócrates é culpado ou inocente, e se não sabe andou muito distraído, porque ele foi do governo dele, trabalhou com ele, é um produto dele, tem uma cumplicidade política ilimitada. Das duas uma, ou sabe que ele é culpado e está com o seu silêncio a proteger um colega corrupto ou sabe que ele é inocente e ainda é pior, estar calado é pior. Isso é mais do que traição, é oportunismo, uma mistura de oportunismo e cobardia que é muito vulgar na política portuguesa, tirar benefícios das desgraças dos outros."

Porto visto por escritores

  1. 1. A cidade do Porto vista por alguns dos melhores escritores de língua portuguesa
  2. 2. «O Porto é o lugar onde para mim começam as maravilhas e todas as angústias.» Sophia de Mello Breyner
  3. 3. O  b   pelo  v «Se na nossa cidade há muito quem troque o  b  por  v , há pouco quem troque a liberdade pela servidão.» Almeida Garrett
  4. 4. Como se vinga «O portuense não gosta de Lisboa. Não gosta da polícia. Não gosta da autoridade. Da autoridade vinga-se, desprezando-a. Da Polícia vinga-se, resistindo-lhe. De Lisboa vinga-se, recebendo os lisboetas com a mais amável hospitalidade e com a mais obsequiada bizarria.» Ramalho Ortigão
  5. 5. Rir desbragadamente «E quanto ao riso, o Porto gosta de rir e de rir com uma certa insolência: ri mais desbragadamente, mais primariamente, mais saudavelmente e com mais gosto do que Lisboa.» Vasco Graça Moura
  6. 6. Regaço aberto para o rio «Afinal, o Porto, para verdadeiramente honrar o nome que tem, é, primeiro que tudo, este largo regaço aberto para o rio,mas que só do rio se vê, ou então, por estreitas bocas fechadas por muretes, pode o viajante debruçar-se para o ar livre e ter a ilusão de que todo o Porto é a Ribeira.» José Saramago
  7. 7. Uma alma de muralha «Toda a cidade, com as agulhas dos templos, as torres cinzentas, os pátios e os muros em que se cavam escadas, varandas com os seus restos de tapetes de quarto dependurados e o estripado dos seus interiores ao sol fresco, tem toda ela uma forma, uma alma de muralha.» Agustina Bessa Luís
  8. 8. Invejas «Lisboa inveja ao Porto a sua riqueza, o seu comércio, as suas belas ruas novas, o conforto das suas casas, a solidez das suas fortunas, a seriedade do seu bem estar. O Porto inveja a Lisboa a Corte, o Rei, as Câmaras, S. Carlos e o Martinho. Detestam-se!» Eça de Queiroz
  9. 9. Lição de portuguesismo «Uma ida ao Porto é sempre uma lição de portuguesismo, tanto mais rica quanto mais raramente lá se vai. É indispensável - claro! - um mínimo de contacto reiterado com esse lar da nação para nele vermos algumas das significações latentes que enriquecem a nossa consciência de práticas.» Vitorino Nemésio
  10. 10. Uma família «O Porto não é em rigor uma cidade: é uma família.Quando algum mal o acomete, todos o sentem com a mesma intensidade; quando desejam alguma coisa,todos a desejam ao mesmo tempo. Os portuenses são tão ciosos da integridade da sua cidade, como os portugueses em geral da integridade da nação.» João Chagas
  11. 11. Aspecto severo e altivo «O Porto ergue-se em anfiteatro sobre o esteiro do Douro e reclina-se no seu leito de granito. Guardador de três províncias e tendo nas mãos as chaves dos haveres delas, o seu aspecto é severo e altivo, como o de mordomo de casa abastada.» Alexandre Herculano

Porto d'outrus tempus



Eléctrico da linha 1, seguido pelo autocarro da linha 78, na praça de Gonçalves Zarco, em 1982. 

Os portuenses guardam, na sua memória colectiva, esta imagem da praça de Gonçalves Zarco (vulgarmente designada de rotunda do Castelo do Queijo), ainda com a proa do Jacob Maersk encalhada nos rochedos e com o movimento regular dos eléctricos da linha 1 e dos autocarros da linha 78.

A linha n.º 78 s
urgiu em Abril de 1974 , tendo resultado da fusão das linhas "A" (Avenida dos Aliados - Pero da Covilhã) e "D" (Praça de D. João I - Hospital de São João). Foi suprimida em Dezembro de 2006.

Os autocarros mais marcantes ao serviço da referida linha foram, sem dúvida alguma, os Leyland Atlantean. Na foto vemos o n.º 287 (série 251-340), de 1966, que circulou até 1986. Em 1992, estes característicos autocarros desapareceram das ruas do Porto.

A STCP mantém, preservado, o Leyland Atlantean n.º 268, assim como o eléctrico n.º 269 (que consta na foto).