Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Política não é mesada

Sabe quem me lê que não sou um fã destes temas. Mas há limites. A subvenção vitalícia para deputados é indigna para a República, para a democracia, para a instituição parlamentar e para os portugueses. Um deputado que deixa de o ser faz o que mesmo que qualquer outra pessoa: trabalha e recebe pelo seu trabalho. Se não arranja trabalho, tem direito ao subsídio de desemprego. Se acha que mata a sua carreira estando 12 anos no Parlamento, fica lá apenas 4 ou 8. Não é indigno viver do salário. Não é indigno receber o subsídio de desemprego. Indigno é maltratar a imagem da democracia e do Parlamento. (Daniel Oliveira)

0 comentários: