Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Rui Moreira quer ver projecto do Joãozinho retomado já que a situação "atingiu o limite do intolerável"


A Câmara do Porto está disponível para ser parte da solução e apoiar enquanto mecenas o projecto da Associação Joãozinho para a construção da nova ala pediátrica do Hospital São João, iniciado em 2015 e entretanto interrompido pelo actual Governo. A garantia foi dada por Rui Moreira esta manhã, após ter recebido Jorge Pires, representante da Associação de Pais da pediatria oncológica daquele hospital, que vê com bons olhos esta forma de resolver o problema.

"Se o Estado, de facto, não consegue fazer as obras, ao menos deixe que alguém o faça. Temos de permitir que as obras do Joãozinho continuem e a Câmara do Porto está disponível para apoiar este projeto", disse Rui Moreira, em declarações à comunicação social, após a reunião com Jorge Pires, da Associação Pediátrica Oncológica do Hospital de São João (APOHSJ), que decorreu nos Paços do Concelho.

Também o representante dos pais partilha da mesma opinião do autarca. "Chegámos à conclusão de que a obra foi parada e não foi nunca recomeçada pelo Estado. O Governo interrompeu-a para dizer que a ia fazer com dinheiros públicos e até hoje nada fez", constatou Jorge Pires, lembrando que já passaram dois anos desde essa tomada de posição pelo que, neste momento, retomar o projecto da Associação Joãozinho é a melhor solução.

"Ao contrário do que se pretende passar na opinião pública, a obra começou", avivou. Por isso, defendeu, é esse o caminho que deve ser prosseguido. "O objetivo dos pais é, em conjunto, arranjar uma solução para as crianças. Agradeço ao Dr. Rui Moreira ter-me recebido, porque arranjámos um aliado. Se for preciso, a Câmara torna-se mecenas e ajuda o Joãozinho a retomar a obra". (daqui)

0 comentários: