Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

O Irão e o "processo de paz" no Médio Oriente

Hoje sábado, o terrorista Jafari, comandante da guarda revolucionária do Irão (assim uma espécie de Pide armada) veio afirmar que acredita numa guerra contra o Estado Soberano de Israel.
Só os tolos e fanáticos muçulmanos é que acreditam que o programa nuclear iraniano se destina a fins pacíficos. Logo que aquele país terrorista se encontrar na posse total de um artefacto nuclear a história da humanidade vai sofrer um forte e quiçá definitivo abalo.
Seria importante que os EUA e a Europa recambiassem para os países de origem os milhares e milhares de muçulmanos que circulam pelas nossas cidades, sem respeito pelas nossas tradições e que lentamente vão corroendo a nossa civilização e o nosso modo de vida...
Na realidade estes terroristas (e todos os árabes de uma forma geral), odeiam o ocidente, em particular os Estados Unidos da América mas principalmente Israel.
Admira-me que nessa (má) onda estejam envolvidos muitos ocidentais, maioritariamente esquerdoides, mas também pessoas intelectualmente mais desenvolvidas e inteligentes...
Deixo aqui um vídeo que é esclarecedor daquilo que se convencionou apelidar de "processo de paz". 

1 comentários:

sem duvida que os palestinianos nao sao flor que se cheire mas nao gosto destes documentarios em que uns sao anjos e os outros demonios... tal como os palestinianos nunca gostaram de israel, a verdade é que desde a fundação de israel a "agenda" de uma larga maioria israelita era de anexar os seus territorios sagrados incluindo o west bank... ou seja, nao basta os lideres dizerem que sim à desocupação... mas no terrenos os sinais sao sempre de avanço das colonias israelitas... ou seja... nao me parece que israel esteja mesmo a dizer que "sim"