Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

O "merceeiro" do Porto deve estar farto de se rir da esperteza saloia lisboeta...

O que foi feito ao valor da Portugal Telecom?


Como resposta à OPA da Sonae, a administração da Portugal Telecom prometeu remunerar os accionistas em cerca de 6.2 mil milhões de euros entre 2006-2009. O pacote de remuneração proposto pela PT era o seguinte:
  •  Um programa de aquisição de acções próprias de 16,5% do capital social da PT até ao valor de €11,50 por acção da PT, equivalente a um retorno accionista de €2,1 mil milhões
  • Distribuição das acções da PTM aos accionistas da PT, equivalente a €2,0 mil milhões de distribuição de valor
  • Compromisso de um dividendo anual por acção até 2009 de 57,50 cêntimos de euro após o término da compra de acções próprias
Este pacote correspondia a €5,6 por acção, cerca de metade do valor oferecido pela Sonae. Esta remuneração extraordinária dos accionistas correspondeu à descapitalização de metade da empresa.
Com a venda da Vivo, a PT voltou a uma política de distribuição extraordinária de dividendos que entre 2010 e 1012 acumularam 3 euros por acção. Da avaliação original feita pela Sonae de 11.5 euros por acção, 8.5 euros foram distribuídos aos accionistas da PT.
Em conclusão, 70% do valor máximo possível da Portugal Telecom em 2006 desapareceu por decisão consciente e deliberada dos accionistas que aprovaram e beneficiaram durante 8 anos de uma política de descapitalização da empresa.
PS-Esta história é muito parecida com a história do porco

0 comentários: