Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

A isto se chama hegemonia cultural marxista totalitária

A actual hegemonia cultural permite tudo menos criticar ou afrontar o socialismo/comunismo/marxismo.

  • podem-se matar bebés até aos 9 meses, 
  • mandar "eutanasiar" o avô, 
  • inventar um sexo e exigir reconhecimento jurídico para a nossa fantasia, 
  • levar um país à falência, 
  • dissolver uma cultura, 
  • criminalizar o cristianismo e gastar 3 milhões de dinheiro público na construção de uma mesquita,
  • legalizar a pedofilia, 
  • levar o cão a jantar fora, 
  • chamar arte ao "fisting” colo-rectal, 
  • emboscar crianças em salas de aula com ideologia de género, 
  • fazer activismo político enquanto se exerce a profissão de professor, 
  • abrir as fronteiras a terroristas, 
  • apoiar publicamente regimes assassinos, 
  • culpar polícias e vitimizar criminosos, 
  • criminalizar um beijo à avó, 
  • atacar a heterosexualidade e promover a homosexualidade, etc, etc, etc.
Tudo é legal e nos é permito fazer menos criticar o socialismo/comunismo/marxismo.

A isto se chama hegemonia cultural marxista totalitária.

Júlio Aquino

0 comentários: