Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Os muçulmanos, esses animais

Freira denuncia crucificações a cristãos

A violência na Síria continua e desta vez não foi aplicada contra rebeldes do regime de Bashar al-Assad, mas sim em cristãos.



Em entrevista à Rádio Vaticano, esta sexta-feira, a irmã Raghid, revelou que membros da Jihad (grupo extremista islâmico) crucificaram cristãos que se recusaram a aderir ao culto da fé de Alá.



Actualmente a viver em França, a freira assumiu funções como directora da escola do patriarcado grego-católica, em Damasco, na Síria. 



«Em cidades ou vilas ocupadas por elementos urbanos a Jihad e todos os grupos extremistas muçulmanos oferecem aos cristãos a fé muçulmana ou a morte. Em alguns casos pediram resgate», afirmou a irmã Raghid.



Segundo a mesma fonte, a recusa perante o Islão levou a que os crentes na religião católica sofressem «um martírio». 



«Numa ocasião, um jovem foi crucificado em frente ao seu pai, que foi morto de seguida, em Abra, na periferia de Damasco», declarou,



De acordo com a freira, no final dos massacres os elementos afectos à Jihad «pegaram nas cabeças das vítimas e jogaram futebol com elas», levando os bebés das mulheres para os pendurarem «em árvores com os seus cordões umbilicais».

0 comentários: