Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Imagine que tinha que remover o seu apêndice para viver na sua cidade. E a sua família também!

Essa é a única opção para residentes de longo prazo - até mesmo as crianças - de Villas Las Estrellas, um dos poucos locais na Antártica, onde algumas pessoas vivem semanas ou meses equivalentes a muitos anos.
A remoção do apêndice é uma precaução necessária para um punhado de pessoas que permanecem por um período mais longo, porque o hospital mais próximo está a mais de 1.000 km de distância, além da ponta da Ilha Rei George e do outro lado do mar gelado do Oceano Austral. Existem apenas alguns médicos na base e nenhum é cirurgião especialista.

O local tem uma população de cerca de 100 pessoas, na sua maioria cientistas e pessoal da Força Aérea ou da Marinha do Chile, que para ali levam as suas famílias.

Isso significa que há uma agência dos correios, uma pequena escola, um banco e outras instalações básicas. Até uma igreja tem: a Igreja da Trindade, construída e ocupada por padres ortodoxos russos.

Como é a vida lá para os moradores?

Villa Las Estrellas pode ser o mais próximo que você pode chegar na Terra para experimentar a vida noutro planeta

Bem, à chegada, com tampões nos ouvidos, do avião avistamos centenas de quilómetros de oceano escuro e frio, onde a morte chegaria em poucos minutos. Na pista cascalho, onde pousa o Lockheed C-130 Hercules, um enorme avião de transporte militar, um sinal de boas-vindas e um pilar de setas apontando para cidades distantes lembram a que distância está a civilização: “Pequim: 17.501km”.
A palete de cores cinge-se ao preto, cinza e branco da paisagem. Outras cores, quando não cobertas de neve, só as dos telhados das casas.
A cidade é composta por prédios básicos que se agarram à rocha, com tubulações correndo entre eles. É difícil deixar de sentir no ar um certo odor industrial numa mistura de desinfectante químico e de exaustão fabril. Os pinguins passeiam-se livremente pois não têm medo dos homens. O seu abate é expressamente proibido.
Dentro das estruturas, no entanto, é aconchegante e acolhedor. As paredes apresentam memoriais e fotos de expedições passadas e visitantes - há até uma placa marcando a visita de Stephen Hawking! 

A temperatura média anual é de -2,3ºC, que na verdade é mais "quente" do que no continente antártico, mas o clima, obviamente, pode ser difícil. No inverno, pode chegar aos -50ºC, não permitindo que as pessoas possam deixar as suas casas por semanas!
As instalações médicas são básicas e qualquer complicação séria requer evacuação. Gravidez está fora de causa!


0 comentários: