Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Apesar de não ser socialista, eu também...


Notícia retirado do Jornal de Notícias on-line
A candidata do Partido Socialista à Câmara Municipal do Porto, Elisa Ferreira, conta a partir de agora com o nome do cidadão Jorge Nuno Pinto da Costa na sua Comissão de Honra.
O desafio, lançado por Elisa Ferreira ao presidente do FC Porto durante uma visita ao "Coração da Cidade", foi aceite na hora por Pinto da Costa, colaborador regular da instituição particular de apoio e acção social.
Na casa onde funciona a instituição, que pertenceu à velha glória portista Hernâni, Pinto da Costa associou-se a Elisa Ferreira no desejo de construir uma cidade mais humana dado que as pessoas são a sua essência.
"Se calhar, em vez de gastar milhões a fazer barulho e a cercar as pessoas nas casas, com esse dinheiro, no Porto, ninguém dormia na rua", defendeu Pinto da Costa, aludindo às corridas de automóveis na Boavista.
O dirigente portista referiu mesmo, a titulo de exemplo, que sofreu directamente com as barreiras na Boavista, já que o sogro não pôde ir ao hospital porque lhe fecharam a garagem, às cinco da manhã, com ferros.
Pinto da Costa associa-se a Elisa Ferreira na tentativa de fazer "renascer a cidade" uma vez que o seu acontecimento principal é "cercar uma zona e colocar os automóveis de dois a dois anos a fazer barulho e não deixar dormir as pessoas".
"Estou sempre disponível para apoiar as instituições e as pessoas no sentido de fazer com que o Porto seja uma cidade melhor, mais bonita, com flores e onde ninguém durma na rua", acrescentou Pinto da Costa.
O dirigente referiu que como não é político nem tem partido, tem uma grande liberdade e facilidade de movimento, para optar pelo que entende ser melhor para as causas que defende e para o futuro da cidade.
"Já votei nos mais diversos partidos, porque voto em consciência com o que é melhor. Inclusive já votei numa candidata do PCP, porque entendi que Ilda Figueiredo é de grande rectidão e está na política por paixão", disse.
A candidata Elisa Ferreira prometeu que quando for eleita presidente irá contar com o "Coração da Cidade" entre os principais interlocutores da autarquia, no que respeita às chamadas "obrigações de civilização".
"Valorizo o trabalho das associações e de todas estas energias espalhadas pela cidade, que fazem, muitas vezes, o trabalho que as câmaras e o próprio Estado não quer ou não tem condições de o fazer", disse Elisa Ferreira.
Elisa Ferreira assume-se como alternativa ao actual presidente da autarquia, Rui Rio, e classificou a sua visita ao "Coração da Cidade" como uma homenagem e um sinal do que valoriza na cidade e na sociedade.
"Para mim, a política é tratar dos problemas dos cidadãos e da cidade, encontrar um futuro para a cidade do Porto e é por isso que estou aqui todos os dias neste combate para ficar à frente da cidade", disse.
"Todos juntos temos que reconstruir a cidade", referiu Elisa Ferreira, que juntou também o nome da responsável pela instituição social "Coração da Cidade", La Salete Santos, na sua Comissão de Honra.
Nota 1: Eu não sou socialista, jamais fui, mas fui militante do PPD de Sá Carneiro. Como detesto o miserável autarca que ocupa (há demasiado tempo) a cadeira da edilidade e que é mais um subserviente a lisboa, tudo o que o possa castigar tem o meu apoio.
Nota 2: Lamento é ver La Salete Santos do "Coração da Cidade" na sua comissão de honra ou no rol de amizades de Pinto da Costa. Por acaso já se preocuparam em saber quem é a dita cuja?

0 comentários: