Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Verdades irrefutáveis (II)

Espírito de contradição
JORGE MAIA, in O JOGO
A falta de condições para o Estádio do Jamor receber a final da Taça de Portugal é uma evidência. Aliás, é uma evidência tão clara que já nem o presidente da Federação Portuguesa de Futebol a tenta iludir, reconhecendo-a, lamentando-a, mas aceitando-a como uma inevitabilidade cósmica. De resto, a falta de condições do Estádio Nacional para receber a final da Taça de Portugal é uma evidência tão evidente que, tenho cá para mim, se não fosse Pinto da Costa a reclamar a mudança de palco todos os anos, a coisa já seria consensual. Assim, como foi o presidente do FC Porto o primeiro a dizer que a final da segunda prova do calendário nacional merecia um estádio com outras condições, há sempre quem sinta a necessidade de contrariá-lo, apelando aos valores da tradição para justificar o injustificável, mesmo que isso signifique colocar em causa a segurança de quem vai ao futebol. Afinal, qualquer coisa é melhor do que admitir que Pinto da Costa possa ter razão, não é?

0 comentários: