Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Porto vai celebrar os 200 anos da Revolução Liberal com diversas iniciativas


Várias actividades vão assinalar na cidade do Porto as comemorações dos 200 Anos da Revolução Liberal de 1820, com destaque para a realização de um congresso internacional no próximo ano. A organização do conjunto de iniciativas está assegurada pela Câmara do Porto e pela Fundação Minerva / Universidade Lusíada, através de um protocolo hoje assinado, na Casa do Infante.

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, firmou o documento, juntamente com João Redondo, presidente do Conselho de Administração da Fundação Minerva e Afonso D'Oliveira Martins, reitor da Universidade Lusíada.

As comemorações irão iniciar-se ainda em 2019 e prolongar-se ao longo do próximo ano e pretendem enfatizar a importância histórica, política, social e cultural da efeméride para a cidade, a região e o país, uma revolução que ocorreu a 24 de Agosto de 1820 no Porto e que levou ao Constitucionalismo Português. Celebrar a História e o inconformismo que vai criando a mudança é o intuito da cidade.

Entre as várias iniciativas a realizar, a Câmara do Porto organizará uma exposição biblio-iconográfica sobre a Revolução Liberal, diversos colóquios e irá contribuir para a publicação dos textos políticos de José Ferreira Borges.

Entre outras disposições, o Município compromete-se, também, a apoiar o projeto de investigação científica da Universidade Lusíada científica "Dois Séculos de Constitucionalismo Eleitoral (1820-2020)" e a conferência internacional marcada para setembro de 2020 na Universidade Lusíada Norte, um encontro científico internacional na área da História Constitucional.
(daqui)

0 comentários: