Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Aquela senhora africana, escolhida para Ministra da Justiça para o Costa e o governo parecerem cool, foi visitar a tipa que abandonou o filho à morte! COMO ?????????

A Ministra da Justiça, ao visitar a mãe que abandonou bebé no lixo, tomou uma atitude INADMISSÍVEL num Estado de Direito Democrático. A Ministra DESRESPEITA O PODER JUDICIAL, quando se solidariza com um cidadão que foi alvo de uma medida de prisão preventiva, decidida, com independência, por um Juíz de Direito. E, quando vai verificar, in loco, as condições de tratamento de uma prisioneira em particular, DESRESPEITA TODOS OS PRESOS, os treze mil reclusos que vivem em condições miseráveis, nos diversos Estabelecimentos Prisionais de Portugal, onde nem sequer há uma alimentação condigna e um apoio sanitário digno desse nome.
Porque optou o Governo por apoiar esta reclusa em particular? Para se mostrar hipocritamente solidário, com uma cidadã que suscita alguma compaixão em parte da opinião pública; e ainda para, aproveitando ainda o facto de a "mãe" ser cabo-verdiana, exibir a cor da pele da Ministra (uma manifestação de puro racismo) como aparente forma de ecumenismo étnico de esquerda. Esta é uma atitude desumana e vil, que deve ser por todos denunciada.

0 comentários: