Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Jardim Botânico do Porto tem finalista a árvore do ano. Votem!


O octogenário e imponente conjunto composto pelo Metrosidero (Metrosideros excelsa) e pelo Bordo-do-Japão (Acer palmatum), localizado no Jardim Botânico do Porto, está entre os 10 finalistas à edição de 2020 da "Árvore do Ano". A árvore vencedora vai representar Portugal na edição europeia do concurso "Tree of the Year". As votações online estão a decorrer.

A cidade do Porto pode orgulhar-se deste conjunto de duas árvores distintas, com mais de 15 metros de altura e um impressionante tronco que ultrapassa os sete metros de diâmetro. Tanto que o país quer a Europa a reconhecer a sua singularidade, como poderá acontecer caso seja eleita "Árvore do Ano".

Enquanto uma das principais "atrações" para quem visita o Jardim Botânico do Porto - Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto, "mais do que pela sua dimensão, este elemento singular surpreende pela combinação de texturas e de tons contrastantes que variam ao longo do ano. De folhas rijas, o Metrosidero complementa, inesperadamente, a copa leve e esvoaçante do Bordo. E, com a chegada do Outono, os tons quentes do Bordo combinam-se com o verde-escuro acinzentado do Metrosidero, proporcionando, em si, um espetáculo de rara beleza", destaca o Jardim Botânico do Porto em comunicado.

Situado no emblemático Jardim do Rapaz de Bronze, também jardim da casa de infância de Sophia de Mello Breyner Andresen, o conjunto foi selecionado entre as 35 candidaturas recebidas a nível nacional e avaliadas por um júri constituído por António Bagão Félix (autor do livro "Trinta árvores"), Rui Queirós (do ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, responsável pelos processos de classificação de arvoredo de interesse público) e António Gonçalves Ferreira (presidente da União da Floresta Mediterrânica, entidade promotora da iniciativa).

A votação pública online decorre até ao dia 1 de Dezembro e a apresentação dos resultados acontecerá logo no dia seguinte.

0 comentários: