Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

O João, pode ser o João, esse dá garantias !!!


No início do processo do Apito Forjado, no qual foi tentado pelo centralismo lisboeta a aniquilação do FCPorto e do seu Presidente, a super equipa de uma senhora procuradora, ( cujo marido, só por acaso era funcionário de um certo presidente do clube do regime centralista), não conseguiu perceber o alcance de um telefonema, INEQUÍVOCO em que um presidente da 2ª circular lisboeta escolhia árbitros, sendo então registada a frase: "O João, pode se o João!".
Esta escolha, repito INEQUÍVOCA, de árbitros não foi suficiente para a tal senhora, no mínimo, fazer umas perguntinhas ao putativo presidente. Que nada; importante e grave era a palavra escrita por uma pinhata e um contacto telefónico em que a palavra FRUTA assumiu os contornos de uma tal malvadez, que, no sentimento daquela justiceira-cujo-marido-trababalhava-para-o-presidente-do-clube-do-regime, caso houvesse pena de morte, Pinto da Costa seria electrocutado e o FCPorto banido da face da terra...

Pois bem, mais recentemente temos assistido ao que se vê na imagem acima: o campo está hiper inclinado para os lados da luz. Se originalmente a lampionagem tinha um futebol de alguma qualidade (embora de estranha força), ainda que aqui e ali fossem disfarçadas algumas decisões de arbitragem muito discutíveis, hoje em dia, que o "fôlego" se começa a apagar, o benfica está a ser descarada e vergonhosamente a ser levado ao colo.
Relembremos a "conversinha" em que Vieira, após ter "prescindido" de quatro ( 4!!!! ) árbitros internacionais, demonstrando um "extenso" conhecimento dos predicados de cada um deles, acaba por manifestar o desejo de ter o João:



LFV(vieira) - Eu não quero entrar mais em esquemas nem falar muito...
VL (Valentim L.) - Eu penso que ou o Lucílio... o António Costa, esse Costa não lhe dá... não lhe dá nenhuma garantia?
LFV - A mim?! F.., o António Costa? F... Isso é tudo Porto!
VL - Exacto, pronto! (...) E o Lucílio?
LFV - Não, não me dá garantia nenhuma o Lucílio!
VL - E o Duarte?
LFV - Nada, zero! Ninguém me dá!... Ouça lá, eu, neste momento, é tudo para nos roubar! Ó pá, mas é evidente! Mas isso é demasiado evidente, carago! Ó major, eu não quero nem me tenho chateado com isto, porque eu estou a fazer isto por outro lado.(...)
VL - Talvez o Lucílio, pá!
LFV - Não, não quero Lucílio nenhum!(...)
VL - E o Proença?
LFV - O Proença também não quero! Ouça, é tudo para nos fo...!
VL - E o João Ferreira?
LFV - O João... Pode vir o João, esse dá-me garantias (...)
O assalariado presidente dos árbitros, nomeou para o próximo jogo dos lampiões, na Madeira, precisamente o JOÃO, o querido e desejado árbitro que tanto é apreciado pelo pneumático presidente da luz.

Ora não foi por acaso o JOÃO, o 4º árbitro na luz, o fulano que "expulsou" Hulk e Sapunaro? FOI!! Provavelmente vai viajar para a Madeira no mesmíssimo avião em que vai a equipa lampiona! E não irá só, pois vai aconchegado pelo seu colega de equipa, o Pais António, conhecido em Setúbal pelo Ferrari (Vermelho).
E quem é o Ferrari (Vermelho)? Nem mais nem menos o fiscal de linha daquela final da taça da cervejola e que disse a Empecilho Baptista que havia um escancarado penalty a favor dos lampionagem (ainda que estivesse do lado oposto, ou seja a dezenas de metros de distância)....

Tal como ontem, hoje continuamos a assistir aos roubos de catedral:

0 comentários: