Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Mais um exemplo do centralismo e colonialismo lisboeta: Reabilitação urbana na Baixa do Porto encalha em Lisboa


Lei retira competências às direcções regionais de Cultura e passa-as para a Direcção-Geral. Atraso nos licenciamentos na Zona Histórica.

Os licenciamentos no Centro Histórico do Porto (CHP) estão a ter "atrasos sérios" porque agora têm de ir à Direcção-Geral do Património Cultural (DGCP), em Lisboa, para obter o aval final, denunciaram ao JN vários promotores.

A alteração já tem algum tempo, mas até ao início de 2015 não tinha tido consequências práticas no Porto. O Decreto-Lei n.º 114/2012 de 25 de maio veio alterar as competências das direções regionais de Cultura, que passaram a responder perante o membro do Governo com a área da Cultura e deixaram de depender da DGCP, razão pela qual já não têm a última palavra no licenciamento de obras nos sítios classificados. [daqui]




0 comentários: