Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

A ONU é uma VERGONHA! (*)


(*) via AMIGO DE ISRAEL

Este gráfico mostra o número de condenações do "Conselho de Direitos Humanos" da ONU de 2006 a 2015. Como se pode constatar, grupos terroristas como o Hamas, a Jihad Islâmica, o Boko Haram, o Hezbollah, a Al-Qaeda, não tiveram nem uma condenação.

O ISIS, que pensamos que dispensa apresentações, teve uma. Ainda recentemente divulgámos a intervenção do Bispo católico John McAreavey, Presidente do Conselho de Justiça e Paz da Conferência Episcopal Irlandesa, que veio lembrar ao Mundo que o ISIS assassina 11 cristãos por hora, em média. Fora as pessoas de outros grupos humanos (muçulmanos de outras seitas, yazidis, curdos, judeus, etc.).
O Irão, um verdadeiro Império do Mal, onde se executa arbitrariamente inocentes por "crimes" tais como serem homossexuais; o Irão, que é, de forma destacada, o país que mais financia e promove o terrorismo global, teve quatro condenações.
Já Israel, o único país livre e democrático do Médio Oriente, teve direito a 57 condenações. E porquê? Porque Israel tem o atrevimento de defender os seus cidadãos das investidas dos terroristas islâmicos.
Estes dados sob a forma de gráfico são divulgados pela organização UN WATCH, que continua a desmascarar a hegemonia que os países islâmicos e comunistas, de onde vêm as ditaduras mais sanguinárias, exercem sobre a ONU.

0 comentários: