Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

As balas serão mais caras: a esquerda começa a perceber o destino que aquelas podem ter em si próprios...

Os portugueses foram enganados: apesar do pesadelo imposto pela TROIKA, trazida para um país falido e levado à bancarrota pelos socialistas, os portugueses votaram no PSD/CDS para novo governo. Os partidos de esquerda, DERROTADOS numa eleição que, se quisermos ser justos até o Pato Donald ganharia contra o PSD/CDS, usaram de um artimanha só possível neste regime democrático: uniram-se para usurparem o poder que não conquistaram nas urnas. Assim, cobras, lacraus e osgas formaram um governo.
O povo desconhecia que eles se iriam juntar, caso contrário a maioria teria sido possível para a coligação PSD/CDS.
Por agora, o governo das esquerdas está a legislar e a governar para os amigos: para os sindicatos comunas, para o brutal contingente da função pública lisboeta. Anuncia aumentos de pensões que se formos a ver são, em muitos casos, aumentos de cêntimos, anuncia reduções de impostos quando na verdade so que acontece são aumentos de impostos indirectos.
O governo das esquerdas não vai acabar a 1 de Janeiro de 2017, conforme está consagrado na lei, a eliminação da sobretaxa do IRS...
 
Por isto e muito mais, começam a juntar-se balas. Todos começamos a perceber o porquê da medida do governo das esquerdas em taxar as ditas...

0 comentários: