Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Artur Vaz: outro mouro merdoso

A mesma administração que em Abril do ano passado abriu as portas do Hospital da Luz aos jornalistas, com conferências de imprensa diárias sobre o estado de saúde e a rápida recuperação de Eusébio à intervenção cirúrgica a que ali foi sujeito ao coração – dias depois da inauguração daquele hospital privado –, reagiu ontem de uma forma diferente, pela voz do administrador executivo, Artur Vaz: “Não fazemos publicidade sobre o que se passa aqui nem sobre quem vem cá ser tratado”, começou por dizer. Em relação ao possível internamento de Pinto da Costa, que até às 15h30 ainda era uma dúvida para os jornalistas, disse não saber “de nada”. “Mas se fosse verdade eu saberia” – que o presidente do FC Porto teria, pelo menos, passado pelas Urgências daquele hospital para despistar um eventual princípio de enfarte. De qualquer forma, garante agora o administrador, “todas as figuras públicas, aqui dentro, para serem tratadas, deixam de o ser. Fosse o Mourinho ou o Einstein...” E terminou assim o esclarecimento: “Agora desamparem-me a loja.” Minutos depois estava garantido que Pinto da Costa não passou mesmo pelo Hospital da Luz.