Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

RTP do Porto: desmontando o ardil sulista

No dia 6 de Setembro pp, o Jornal de Negócios, fazendo contas à rentabilidade dos programas da RTP, descobria dois programas que fugiam ao estado deficitário da programação daquele canal de televisão. Quais eram? Ora bem, o jornal assinalava dois formatos-chave, AMBOS PRODUZIDOS PELA RTP PORTO: o Jornal da Tarde e a Praça da Alegria, como estando no "top" dos mais rentáveis do serviço público de televisão.

Em 2011, o Jornal da Tarde gerou um lucro de 8.58 milhões de euros de lucro enquanto a Praça da Alegria gerou 3.88 milhões de euros (no total de ambos, a RTP Porto gerou um balanço positivo de mais de 13 milhões de euros).

Note-se que, no caso da Praça da Alegria, o programa surge mesmo em claro contraciclo relativamente aos formatos de entretenimento.