Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Diogo Feio: "Os árbitros não têm defesa possível"

Diogo Feio, deputado do CDS-PP e adepto do F. C. Porto

O local que escolheu para a foto é uma provocação?
Não, é um sítio que eu pressuponho que é de todos, dos diferentes clubes. Se alguém o entende como uma provocação, é porque pensa que é exclusivo de algum clube. A meu ver, provocatório seria tirar a fotografia no Estádio da Luz.


Mantém a esperança de ir a esse mesmo local, com o cachecol do F. C. Porto, festejar o título desta época?
Com certeza. A equipa tem voltado a uma fase em que tem dificuldade em marcar, mas o caudal ofensivo está lá, a ideia de jogo parece-me evidente e não vejo que seja impossível para o F. C. Porto não perder pontos ou perder poucos até ao final. Se assim for, não tenho dúvidas de que vou festejar o título.

Falta a esta equipa um bocadinho do "desplante" de quem escolhe um local associado ao rival para ser fotografado?
Falta fundamentalmente marcar golos. Porque quando a defesa é boa, o meio-campo funciona e põe as bolas disponíveis para finalizar, mas elas acabam por não entrar, falta sobretudo marcar golos - por muito que haja grandes exibições dos guarda-redes adversários e péssimas dos árbitros. Portanto, sim, posso aceitar que falta desplante em frente à baliza.

Se tivesse de recorrer a uma medida drástica para resolver o problema da finalização, o que faria?
Para o F. C. Porto voltar a ganhar, não é preciso algo de muito drástico. É preciso que os avançados que lá estão tenham mais eficácia, o que também se consegue com concorrência. Naturalmente que isso pode ser conseguido através de um reforço, mas isso o treinador saberá melhor que ninguém e eu tenho muita confiança nele. Se calhar a única medida drástica a tomar era mesmo não haver erros de arbitragem que, meses depois, vêm a ser assumidos - como um relatório do Conselho de Arbitragem que assume erros que eliminaram o F. C. Porto da Taça de Portugal.

Sendo advogado, quem seria mais fácil defender: o F. C. Porto, que está a seis pontos da liderança do campeonato, ou os árbitros, pelos erros que têm cometido?
Seria muito mais fácil defender o F. C. Porto. Os árbitros não têm defesa possível. Todos têm direito a uma, mas há aquelas defesas que já toda a gente sabe que vão acabar mal. Neste caso, não há ponta por onde se lhe pegue. Se fosse adepto de uma equipa que neste momento vai à frente com estes erros todos, não me ia sentir nada confortável.

E como é que o problema da arbitragem se pode resolver?
Se a questão da finalização se resolve com jogadores, a questão de arbitragem resolve-se com os árbitros. Não acho que haja maus árbitros em Portugal. Acho é que, neste momento, há uma pressão muito grande, por dados objectivos, e é preciso medidas excepcionais durante algum tempo. Para alguns jogos mais importantes, por exemplo, não via mal em trazer árbitros estrangeiros. E claro que o video-árbitro podia ajudar.

Quando compara com Benfica e Sporting, falta poder ao F. C. Porto nos grandes centros de decisão?
O F. C. Porto sempre viveu através de si e nunca precisou de colinhos para ter as suas vitórias. Continua a não precisar.



Leia mais: Diogo Feio: "Os árbitros não têm defesa possível" http://www.jn.pt/desporto/especial/interior/diogo-feio-os-arbitros-nao-tem-defesa-possivel-5605707.html#ixzz4Vm44TFmV 
Follow us: jornalnoticias on Facebook

0 comentários: