Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Dragões: não adormeçam sob o canto das sereias...


Desde a jornada 1 que andamos a ver erros grosseiros dos árbitros. SEMPRE em prejuízo do FC Porto. SEMPRE!
De súbito começamos a duvidar da equipa, do treinador, do Presidente, de todos desconfiamos.
"Eles", o polvo, o sistema encornado, pensou e acreditou que realmente a equipa do FC Porto também seria fraca. E durante 2 jogos, foram quase honestos. Aí o FC Porto venceu e até goleou. 
Soaram de novo as sirenes: afinal aquela equipa do FC Porto até é melhor que o "pintam". E voltaram os roubos. Em catadupa!

O que aconteceu ontem foi a gota de água. Toda a Europa, todo o Mundo se ri. 
Eu não me rio! Pelo contrário! Estou com o ódio à flor da pele. Como Cristão deveria dar a outra face, mas estou cansado de esperar pela recompensa noutra vida. Como Nacionalista Nortenho quero sangue a correr debaixo das pontes. 
Já tentaram noutra ocasião aniquilar o FC Porto. Falharam. Agora tentam-no via árbitros, correndo-nos de todas as competições.
Continuam a querer aniquilar-nos. 

  • Assistimos à impunidade do clube encornado. 
    • Sim são eles que estão por detrás da arbitragem. Basta ver quem  são os vermes que estão no comando da arbitragem e o seu passado como árbitros!
  • Ficam impunes ao tráfico de droga que um seu alto dirigente comandava dentro do próprio estádio.
  • Ficam impunes ao tráfico de influências via "ofertas" aos árbitros.  Primeiro negaram, depois eram só uns almoços, depois 160 euros e mais recentemente pela boca do seu "pneumático" presidente seriam já 500 ("alguém se deixa corromper por 500 euros? - disse ele recentemente)
  • Ficam impunes perante o facto  provado que a sua fundação promover cursos de árbitros!!!!
  • Beneficiam de um "manto protector" de toda imprensa totalmente vergada ao seu emblema, deturpando e escondendo os podres e destacando apenas os seus (parcos e internos) sucessos, mesmo aqueles que são construídos sobre a falsidade
Não dá: quero sangue dos inimigos, quero os responsáveis punidos. E se não for a justiça dos organismos, que seja a justiça dos Homens do Porto, que como todos sabem são do mais nobre e leal que este país tem.


0 comentários: