Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

A corrupção encornada vem de longe...

27 ANOS DEPOIS, ASSUNTO VOLTA À RIBALTA

Tapie e a mão de Vata: «Um punhado de notas, um presente ou uma prostituta no seu quarto...»


18 de Abril de 1990. boifica e Marselha encontravam-se num estádio da luz com 120 mil espectadores, em encontro a contar para a segunda mão das meias-finais da Taça dos Campeões Europeus. O boinfica vencera esse jogo por 1x0, depois do 2x1 da primeira mão a favor dos franceses. E o golo solitário na Luz haveria de ficar para sempre na memória do futebol português. Vata, avançado angolano dos encornados, marcaria o único golo da partida com a mão, apurando as águias para a final da prova milionária.

27 anos depois, o tema volta a ser falado em França por Bernard Tapie. O presidente do Marselha recordou em entrevista ao L'Equipe esse jogo polémico.

«Vou dizer-te uma coisa grave. Quando o Vata nos eliminou, marcando com a mão, fiquei absolutamente convencido de que o árbitro o viu. Como o golo foi validado, não posso pensar noutra coisa que não em desonestidade, algo como um arranjinho por um punhado de notas, um presente, uma prostituta enviada ao seu quarto de hotel, ou qualquer das situações que estamos habituados a referir nestes casos», recordou Tapie, falando ainda dos «fascínios» dos árbitros.

0 comentários: