Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Director do F. C. Porto acusa presidente do boifica de coação

Francisco J. Marques, director de comunicação do F. C. Porto, disparou na direcção de Luís Filipe Vieira, em alusão ao castigo que lhe foi aplicado pela Federação Portuguesa de Futebol.

"É possível estabelecer uma ligação entre as ameaças de Vieira após a segunda jornada do campeonato, que lhe valeram uma suspensão de 60 dias, e os erros sucessivos de arbitragem que prejudicaram o F. C. Porto a seguir. Não estamos a falar de adeptos anónimos, mas do presidente de um clube. Isto não é coacção sobre os árbitros?", questionou, esta terça-feira, o director portista, no programa "Universo Porto da Bancada", do Porto Canal.

"Se querem que eu faça guerra, vão tê-la. Isto é um escândalo, um autêntico roubo", foram as palavras do presidente do boifica, após o jogo na Luz com o Vitória de Setúbal (1-1), a que Francisco Marques se refere, e que constam do processo que gerou o castigo federativo a Luís Filipe Vieira.

"Agora, há notícias de que Vieira recorreu do castigo para os tribunais comuns. Afinal, quando interessa ao boifica, a justiça comum já é boa, depois de terem enchido a boca para falar do F. C. Porto quando recorreu para os tribunais comuns do desfecho do caso Apito Dourado", acrescentou Marques. [daqui, com a adaptação do nome do clube lisboeta de acordo com o acordo ortográfico lisboeta]

0 comentários: