Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Um filme! Um óscar?

Atonement ou em português Expiação, é a história de um amor proibido que se destrói devido a um bilhete secreto, nas mãos de uma criança hiper imaginativa que culmina numa falsa acusação.
A história passa-se em Inglaterra decorre o ano de 1935, a família Tallis, vive numa típica casa Victorina cheia de criados e mordomias.
Um desenrolar de episódios dão lugar a uma infundada e grave acusação por parte de Briony a filha mais nova da família cuja imaginação fértil leva-a a acusar o filho da governanta da família de um crime que ele não cometeu.
O registo de que há atitudes que mudam o curso das nossas vidas para sempre, está bem patente neste brilhante filme de Joe Wright; a acusação da jovem Briony vai mudar para sempre as vidas da sua irmã Cecília e de Robbie que até então viviam um amor forte e proibido.
Atonement foi o grande vencedor dos Globos de Ouro bem como a estrela da noite dos prémios Bafta (British Academy of Film and Television Arts) em Inglaterra, e eu até sei bem porquê.
Dario Marianelli embeleza o filme com uma estrondosa banda sonora e Seamus McGarvey é o responsável pela magnífica fotografia.
Para quem tiver curiosidade…let’s look at the trailer…aqui mesmo em baixo…disfrutem.