Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Independência de Angola acaba em arraial de porrada


Terminaram num arraial de pancada as comemorações do 31.º aniversário da independência de Angola – que começaram no sábado, em Vilamoura, no Algarve, e se prolongaram pela madrugada de domingo. A festa da independência (11 de Novembro de 1975) foi organizada pela Associação de Amizade PALOP/Algarve (AAPA), nas instalações do antigo casino de Vilamoura.
Um casal travou-se de razões, o homem agrediu a mulher e isso serviu de rastilho para que um grupo se pegasse á pancadaria”, disse ao CM um participante na festa que pediu o anonimato.
Eram já três e meia da madrugada e o notório estado de embriagues de alguns dos intervenientes na zaragata não ajudou a serenar os acontecimentos”, disse ainda a mesma fonte.
Os três militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) presentes no local e os vários elementos de uma empresa privada não conseguiram dominar a situação.
A GNR destacou para o local reforços constituídos por uma dezena de militares. “Mesmo assim, um português (??), de 20 anos, agrediu um dos militares com um empurrão, não lhe causando ferimentos. Resistiu depois à detenção e proferiu injúrias”, informou uma fonte da GNR. Foi mesmo detido e conduzido ao posto, sendo hoje presente a Tribunal para aplicação das medidas de coacção.
A festa, que segundo a organização juntou perto de 500 pessoas, contou com a presença do embaixador de Angola em Lisboa, Assunção dos Anjos, e de vários funcionários da missão diplomática e consular.
fonte: Correio da Manhã

0 comentários: