Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Era uma vez na América

A Historic Number of Electors Defected, and Most Were Supposed to Vote for Clinton

Ontem, os "jornalistas de referência" cá do burgo (e não dó) andavam excitadíssimos com a votação dos delegados do colégio eleitoral americano e que consagraria oficialmente a eleição do novo Presidente. A expectativa era enorme, face a dissensões que já se teriam assumido no campo republicano e que iriam certamente alastrar e salvar a Humanidade da tragédia que seria indubitavelmente a presidência de Trump.
Como é óbvio, também fiquei expectante com o que seria uma forte ruptura na tradição americana. Logo de manhã, fiquei atento às "breaking news" da rádio e das TVs, na certeza que iria ouvir declamações em tom super eufórico a saudarem a "viragem de casaca" de mais de 37 grandes eleitores republicanos. Certamente por distracção minha, ou por concentração excessiva no escanhoar do fácies ou no pequeno almoço, não ouvi nada de relevante.
Fui consultar os nossos "isentos" sites noticiosos e li apenas que Trump afinal tinha obtido mais de 270 votos, o mínimo exigível para ser eleito. Deve ter sido coisa renhida, pensei cá com os meus botões, mas não consegui encontrar números definitivos da votação e que quantificassem os trânsfugas.
Lá tive de ir a fontes mais próximas de tão relevante evento para ficar finalmente a saber que Trump alargara a diferença face ao voto popular: de 306 vs 232 na eleição popular para 304 vs 227 no escrutínio dos super delegados. Ou seja, 2 trânsfugas texanos na lista de Trump, um para John Kasich, outro para Ron Paul (uma pena, não ter havido mais 269 com este virtuoso desvio...) e 5 (cinco!!!) nas listas de Hillary, dos quais 3 optaram pelo antigo Secretário de Estado "bushista" Colin Powell.
Um autêntico horror! Percebi então o laconismo dos nossos jornalistas, cuja perda de "referências" os terá deixado em estado de choque. Coitados!...

Of 306 electors pledged to vote for Donald J. Trump
304 voted for him
2 voted for someone else
Of 232 electors pledged to vote for Hillary Clinton
227 voted for her
5 voted for someone else

0 comentários: