Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Testamento da Juventude

Vi-o à pouco na TV. Fiquei muito impressionado.



"Testament of youth", de James Kent (2014), foi inspirado no livro de Vera Brittain, escrito em 1933.
O best seller "Testamento da juventude", é considerado o mais importante diário escrito sobre os horrores da I Guerra Mundial. 
Relata-nos a trágica da juventude de Vera, aos 17 anos. Como mulher, ela lutou para poder estudar na Oxford University, mesmo contra vontade de seu pai. Entretanto apaixona-se por Roland, o melhor amigo de seu irmão Edward. Ambos têm o sonho de serem escritores. Mas a guerra rebenta e Roland e Edwards alistam-se. 
Numa licença, Roland surge já transtornado mas pede-a em casamento. Este filme apresenta-nos  os clichês de um bom romance de guerra: a separação, a dor, e em que a protagonista desistindo de seus sonhos se torna enfermeira. 
O filme, de produção inglesa, conta com um elenco fabuloso: a protagonista Alicia Vikander ("Ex machina"), namorada de Michael Fassbender, tem um óptimo desempenho, sensível e, claro, linda. Encontramos também Tem Kit Harington (o Jon Snow de "Game of Thrones"), aqui explorando o que ele tem de melhor: o charme e romantismo dos filmes antigos. Além daqueles, podemos observar os bons desempenhos de Emily Watson (no papel da mãe de Vera) e Miranda Richardson (no papel da reitora da Universidade). O filme tem todo aquele clima e atmosfera dos filmes de James Ivory assentes na qualidade britânica. Belíssima fotografia e banda sonora. Um filme que tem uma cena que nos faz lembrar "E o vento levou", na clássica cena do campo repleto de mortos e feridos, fará muita gente chorar. De salientar igualmente que este filme comemorava os 100 anos do início da I Guerra Mundial. 


0 comentários: