Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Restaurante Galeria do Largo: "Voltar às origens" a partir do Porto

Inaugurado em maio de 2015, o Porto A.S. 1829 Hotel, localiza-se no centro do Porto, mais precisamente, no movimentado e animado Largo de São Domingos, entre a Avenida dos Aliados e a Ribeira. Com a sua abertura, este hotel de charme deu nova vida à histórica Papelaria Araújo e Sobrinho, que ali desenvolveu actividade desde 1829. Na verdade, vários objectos e mobiliário integram, actualmente, a unidade hoteleira.

É com toda esta envolvente histórica e cultural que o restaurante Galeria do Largo (Largo de São Domingos, 45-55, Porto. Tel. 223 402 740) tem vindo a desenvolver o seu conceito gastronómico. Por estes dias, foi dada a conhecer mais uma etapa, com a apresentação da nova carta, assinada pelo chefe Manuel Ferreira, que convida a “Voltar às origens”, através de um “Roteiro Gastronómico” pelos autênticos sabores portugueses, neste caso, verdadeiramente outonais, como a abóbora ou as castanhas.
Numa carta que se desenvolve a partir de “galerias”, na primeira, dedicada às entradas, sugerem-se algumas novidades, como as reconfortantes sopas “Creme de abóbora assada com as suas sementes torradas e crème fraiche” (€3,50) e “Creme três cebolas, escalope de foie gras, grissini e redução de vinho do Porto” (€4,80). Outras opções da nova carta são “Ovas em conserva caseira com pão de algas e mostarda antiga com mel” (€9) e “Tábua de enchidos do Minho, broa de Avintes frita em azeite e alho, e azeitonas" (€10,80). Na carta mantém-se o já conhecido “Ovo BT, queijo da ilha, cogumelos e azeite de trufa” (€6).

Já na “Galeria dos Peixes” não poderia faltar uma sugestão bacalhoeira, com o fiel amigo, a apresentar-se como “Bacalhau grelhado, esmagada de batata e couve portuguesa, e ovo a 62º” (€18). Interessante, a versão, sem glúten, do “Polvo assado, puré de batata-doce, grelos salteados e cebolinhas” (€18,50). Para duas pessoas, a “Cataplana de peixe com batata-doce” (€42) é uma excelente opção.

Em terra firme, as carnes são uma aposta forte da nova carta do restaurante Galeria do Largo, com pratos como “Arroz de vitela e butelos com aroma de trufa” (€16,50) e “Javali com molho de zimbro, mousseline de aipo fumada e pera bêbada” (€18,50). Com grandes probabilidades de se tornar na mais pedida das sugestões deste outono, referência anda para “O Nosso Porco” (€15), com direito a papas de sarrabulho e a uma bonita apresentação.



Seguindo as novas tendências e imposições, o restaurante Galeria do Largo apresenta diversos pratos sem glúten e um capítulo com quatro opções vegetarianas, com destaque para o prato “Legumes assados e tofu, molho Tzatziki” (€16). Nas sobremesas, encontra uma nova versão de “Fondant de castanhas” (€6) e um dueto que promete: “Framboesas vs beterraba” (€5,50). Refira-se que para harmonizar os pratos da nova carta, a equipa do restaurante Galeria do Largo sugere, preferencialmente, vinhos da região do Douro, ou da região dos vinhos verdes. Para além destas novidades, o chefe Manuel Ferreira apresenta ainda, em jeito de surpresa, uma “Edição Limitada”, ou seja, uma sugestão diferente a cada dia da semana, limitada a um stock muito reduzido de pratos que não estão na nova carta.

E, já que esta carta apresenta as propostas para o outono e inverno, é interessante referir que durante a tarde, no bonito espaço do restaurante, é também servido o “chá das 5”, com vista para o Largo de São Domingos. [ daqui ]

0 comentários: