Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Porque vergam alguns a cerviz aos muçulmanos?

Muçulmanas autorizadas a jogar com véu

A FIBA (International Football Association Board), órgão responsável pelas regras do jogo, autorizou o uso do véu islâmico.
A questão estava em discussão depois que a Confederação Asiática (AFC) e o príncipe da Jordânia (um dos seis vice-presidentes da FIFA), Ali Bin Al Hussein, terem manifestado o desejo para que o uso do fosse incluído no regulamento do futebol.
A decisão foi unânime, mas a medida será submetida a um primeiro período experimental. As características do véu, como a cor e o «design, serão discutidas em novembro numa reunião da IFAB, a realizar-se na Escócia.
Jérôme Valcke, secretário geral da FIFA, explicou o motivo da decisão:
— Esta iniciativa foi submetida a uma decisão final do comité médico da FIFA. A segurança do uso do véu foi certificado e, portanto, a medida aprovada.
Recorde-se que no ano passado a seleção do Irão foi impedida de defrontar a Jordânia, na fase de apuramento para os Jogos Olímpicos deste ano, em Londres, porque as jogadoras recusaram-se a retirar os véus e a equipa iraniana acabou por ser punida com derrota por 0-3.

Como adepto do futebol não podia estar mais em desacordo com esta decisão.
Não consiguo compreender que a FIBA aceite que fanáticos religiosos venham ditar a sua intolerância, e aceite o inaceitável que é a mulher discriminada mesmo no futebol.
Sabendo que (ainda neste Europeu  foi comprovado) que os jogadores estão proíbidos de exibirem símbolos religiosos, agora, os decisores da FIBA vem lamber o cú aos muçulmanos terroristas e fundamentalistas.
Realmente, cada vez mais que um bom muçulmano é um muçulmano morto e com ele na tumba todos os que se vergam a esses tipos.

0 comentários: