Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Erro maiúsculo trai jogo em que o líder mostrou ser de papel

Nuno Espírito Santo parece (ou é) daqueles burros que não aprende línguas. 

  • Se a sua decisão da equipa original foi brilhante. 
  • Se os jogadores escolhidos deram uma banhada ao arrogante adversário, porque raio decidiu encolher a equipa ao invés de dar a estocada final? Que burro ignorante! 
    • Esqueceu o jogo com os dinamarqueses ou mesmo com os belgas para a Liga dos Campeões e outros jogos do campeonato em que se encolheu depois de estar a vencer por 1-0... Insisto: que burro ignorante!

Todas as substituições foram idiotas, todos os que entraram nada adiantaram, até pioraram e aquele mexicano que nunca nos convenceu, afundou-nos!

Seja como for, esta equipa da capital centralista e colonial é uma equipa pequena, que consegue estar em primeiro lugar porque sendo os seus jogadores banais apenas beneficiam e muito da incompetência e cobardia dos seus adversários e muito pelo poder da corrupção.

Corrupção que começa muito na arbitragem; hoje o árbitro foi o mesmo de sempre: um nortenho alinhado com o podre poder lisboeta: na primeira parte, mesmo com todo o domínio do Porto, a primeira falta contra os porcos encornados aconteceu ao minuto 32 !!!!  Na segunda parte perdoou várias faltas aos encornados e isso prejudicou-nos. Quatro minutos de descontos foi mesmo a pedido do treinador encornado pois se atendermos ao tempo de desconto concedido em Setúbal, percebemos que hoje estes 4 minutos foram exagerados. Como sempre, ARTUR SOARES DIAS foi e é um inimigo do FC Porto! 

Nota final: no mercado de inverno, vendam-no! (vocês sabem quem)

0 comentários: