Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Não há limites para a estupidez! (*)

Já dizia Einstein: "Existem apenas duas coisas infinitas: O Universo e a estupidez humana. E não estou certo do primeiro."

Pedro Proênça é Lisboeta, benfiquista, já teve lugar cativo no antigo estádio da Luz, está farto de prejudicar o FêCêPê de cima do seu pedestal de arrogância e snobismo e por baixo do seu cabelo enlameado em brilhantina... mas o que esses justiceiros de meia tigela escrevem nos seus jornais, quais são as novidades que eles colocam nas primeiras páginas: Que Pedro Proênça está envolvido no Apito Dourado... Uh, Ah... já se sabe há 1 ano e tal mas não interessa... Uh, ah... o polvo... Uh, Ah... o monstro... Uh, Ah... tenham medo, tenham muito medo! Esta corja é tudo menos jornalista!
Gente!!!! O homem já teve uma cadeira no Estádio da Luz! Era a mesma coisa que me pôrem a mim a arbitrar o crucial jogo de domingo: Antes da partida, eu até me tentaria convencer em frente ao espelho que tudo faria para ser imparcial... mas sinceramente, acho que aos 30 minutos de jogo já tinha posto na rua 3 jogadores dos vermelhos por protestos com os músculos faciais e marcado um golo de cabeça ao Quim. Não espero nada de significativamente diferente de Pedro Proênça!
(*) chegado por email

0 comentários: