Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

A propósito do passado dia 21

Este famoso dia, com o final do Inverno e a chegada da Primavera, acumula uma quantidade desmesurada de «Dias Mundiais de … ». É assim, excesso de riqueza!
Ora vejam só:
Beeem... quanto à chegada da Primavera nada a dizer a não ser que ela andou por aí a fazer ensaios gerais excelentes, mas já diz a regra do teatro que quando o ensaio geral é bom a estreia nem por isso. E, prontos!!! Cá veio a regra - o fim-de-semana anterior magnífico, quentinho, agradável, ‘primaveril’ mas a partir de 21 inclusivé é este frio e vento que andamos a sentir. Tá mal! Vamos ver se esta prima toma juízo.
E, no mesmo dia cá veio o Dia Mundial da Floresta. Andamos um tanto esquecidos, mas a verdade é que sem árvores, adeus vida. Se não tivermos juízinho e as tratarmos bem, vamos todos para o fundo.
E, simultaneamente, tivemos o Dia Mundial da Poesia. E em Portugal onde esta é a forma artística que mais cultores tem, o Dia devia ter sido particularmente festejado. Se podemos ter motivo de orgulho são os nossos belíssimos poetas. Viva a poesia! Viva!!!
Por outro lado, esse dia 21 foi ainda O Dia Mundial do Sono que se comemora há poucos anos, mas tem muita importância. Aliás sobre o sono ainda vou dizer umas coisinhas que ando a pensar, mas fica para outro post.
E, imagine-se que para a Unicef, o dia 21 de Março foi também o Dia Mundial da Infância.
É muita efeméride para um dia só!
E, já agora para acabar, a 22 foi o Dia da Água. Vem a propósito para regar as árvores que se plantaram na véspera.
Tanto acontecimento para um dia só…

0 comentários: