Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Doutores e Paisanos

No Diário de Notícias, Pedro Correia faz o rastreio das habilitações académicas dos nossos deputados. Então é assim:

Doutores, são onze:

Doutor Bravo Nico, PS, Ciências da Educação,
Doutor José Lamego, PS, Direito
Doutor Manuel Maria Carrilho, PS, Filosofia
Doutora Maria Carrilho, PS, Sociologia Política
Doutora Matilde Sousa Franco, PS, História da Arte
Doutor Luís Fagundes Duarte, PSD, Linguística Portuguesa
Doutor Mário Patinha Antão, PSD, Economia
Doutor Mota Amaral, PSD, Ciências Económicas
Doutora Cecília Honório, BE, História das Ideias Políticas
Doutor Fernando Rosas, BE, História Contemporânea
Doutor Francisco Louçã, BE, Economia

Tirando estes, temos. Mestres: 12. Licenciados: 195. [O que está há mais tempo na AR, pelo menos esse, não é; nem precisa de ser, valha a verdade, mas Portugal é assim.] Bacharéis: 9. Habilitado com o curso do magistério primário: 1. Habilitados com o ensino secundário: 7. Habilitados com o ensino básico: 2. Sem habilitação atribuída: 2.

Há aqui um problema: somando os vários grupos, temos 239 deputados. Não pode ser. Eles são 230. Como abaixo de bacharel estão todos indicados pelo nome, provavelmente os bacharéis (que seriam nove) estão contados também como licenciados.

0 comentários: