Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Portal norte-americano diz que portuenses estão entre as dez razão pelas quais o Porto é o melhor destino

"Pergunta-se por que razão o Porto acaba de ganhar o prémio de Melhor Destino Europeu 2017? Aqui estão 10 razões". Começa assim o artigo do The Huffington Post, o agregador de blogues norte-americano criado por Arianna Huffington e Kenneth Lerer. O site, que regista milhões de visitas diárias assinala desta forma a eleição da cidade Invicta como Melhor Destino.

À cabeça das dicas dadas pela blogger Sandra Henriques Gajjar, do www.tripper.pt, começam pela francesinha, passam pelo vinho, pela Livraria Lello, Café Majestic, Estação de São Bento, pelo Fantasporto, pelo NOS Primavera Sound, pelo pôr-do-sol na Ribeira, pelo Centro Histórico e pela Casa da Música. Mas termina com o factor mais importante, as pessoas.

"Here's a reason why most of the people who voted Porto as the European best destination 2017 were foreigners (56.8%). In my first trip to the city, I felt home instantly, which is a very good but also strange sensation. How can an outsider feel at home in a city they've never been to? Mainly because people will treat you like a foreigner, but never as an outsider."

"Aqui está uma razão pela qual a maioria das pessoas que votaram Porto como o melhor destino europeu 2017 eram estrangeiros (56,8%). Na minha primeira viagem à cidade, senti-me em casa instantaneamente, o que é uma sensação muito boa, mas também estranha. Como um estrangeiro pode se sentir em casa numa cidade a que nunca foi? Principalmente porque as pessoas vão tratá-lo como um estrangeiro, mas nunca como um estranho".

O Porto foi eleito sexta-feira como Melhor Destino Europeu, batendo todos os recordes de votação registados pelo prestigiado prémio internacional em anos anteriores, depois de ter lançado uma campanha nacional e internacional que provocou mais de 130 mil votos, mais de metade dos quais registados fora de Portugal. [daqui]

0 comentários: