Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Quanto mais às escuras, menos cidadãos e menos cidadãos, menos chatices...


Câmara corta luzes de Natal em cerca de 50%


A Câmara do Porto vai cortar este ano o investimento público em iluminações de Natal "na ordem dos 40% a 50%", disse, esta sexta-feira à agência Lusa o vereador do Turismo, Inovação e Lazer, Vladimiro Feliz.

As luzes de Natal ficarão concentradas nas ruas comerciais e turísticas da Baixa e do Centro Histórico, prosseguindo o "esforço de contenção" feito nos anos anteriores, referiu o autarca.
"No ano passado, já tínhamos feito um corte de 66% no volume global de investimento público nas iluminações de Natal", afirmou, salientando que foi a contenção dos últimos anos que permitiu à autarquia fazer agora "cortes não muito radicais".
Vladimiro Feliz sublinhou a importância de estimular o comércio e o turismo através das iluminações de Natal e de um programa de animação, que a empresa municipal Porto Lazer deverá anunciar "nas próximas duas semanas".
"Temos também que dar algum estímulo ao comércio local. O turismo está a crescer. O esforço de poupança feito ao longo dos anos permitiu-nos amealhar antes para gastar depois", disse.
O vereador referiu ainda que, além do investimento público directo, a Porto Lazer vai apoiar iniciativas de comerciantes e de entidades de cariz social que pretendem realizar acções de animação natalícia, algumas das quais incluem iluminações.

[in JN]

==> E se o Rio fizesse antes um corte nos "seus" pópós?

0 comentários: