Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Vila Pouca de Aguiar: Autarquia cria Bolsa Rural

A câmara de Vila Pouca de Aguiar criou uma Bolsa de Terras e Casas Rurais que vai fazer a ligação entre os proprietários que querem arrendar ou vender terrenos e habitações e quem quer explorar ou comprar.
O presidente da câmara de Vila Pouca de Aguiar, Domingos Dias, disse que a iniciativa tem como objectivo «dinamizar o mundo rural e ajudar a estancar a desertificação», acrescentando que «é uma oportunidade para que as pessoas, ligadas à vida no campo, possam criar mais riqueza produtiva».
O novo serviço incentivado pelo Gabinete de Apoio ao Agricultor possibilita a quem queira explorar uma terra ou comprar uma casa rural ter ao seu dispor terrenos e casas que proprietários locais queiram arrendar ou vender.
Nos serviços da autarquia já deram entrada dezenas de terrenos e já houve também várias abordagens para a exploração de áreas rurais no território concelhio.
Fonte da autarquia explicou que existem muitas pessoas que desejam cultivar um pouco de terra, seja com o objectivo de explorá-la economicamente ou apenas para cultivar uma horta familiar.
Existem também outros que pretendem adquirir uma casa rural para primeira ou segunda habitação ou, ainda, para apoio a actividades agrícolas. Por outro lado, há também proprietários que não têm tempo, recursos ou possibilidades de cuidar dos terrenos ou destas casas rurais.
O projecto visa colmatar esses problemas, promovendo a ligação entre a oferta e a procura com benefícios para ambas as partes.
Bolsa Rural é de inscrição gratuita e, para aderir, o munícipe tem apenas de apresentar os documentos de identificação e a certidão do registo de imóveis no Gabinete de Apoio ao Agricultor.

Fonte: Lusa





0 comentários: