Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

O Cerco do Porto em visita guiada


A Universidade do Porto vai oferecer, no próximo sábado, uma visita guiada aos espaços que viveram o Cerco do Porto de 1832/33. A iniciativa está inserida nas celebrações do Centenário da instituição.
A Universidade do Porto (UP), como parte da celebração do seu centenário, está a organizar visitas guiadas a diversos espaços da cidade. A próxima está marcada para este sábado, dia 28 de janeiro, e terá como temática o Cerco do Porto, que afectou a cidade entre julho de 1832 e agosto de 1933.
A chegada ao Porto dos liberais de D.Pedro, o desembarque no Mindelo, os combates na agora Rua do Heroísmo serão alguns dos temas de conversa durante a visita, que tem como ponto de partida o Largo do Colégio (na Sé). Daí, a visita segue para a Igreja dos Grilos e o passeio termina na Igreja da Lapa, onde o coração de Pedro IV está depositado.
Esta é a sexta visita do programa promovido pela UP, para celebrar o Centenário da instituição. Depois desta visita aos locais que fizeram história durante o Cerco do Porto, o projeto continua a 25 de fevereiro, com uma passagem pelo Burgo dos Mercadores. A edição termina com o "Porto dos Judeus", marcado para 31 de março. As visitas são orientadas por Joel Cleto, historiador formado na Faculdade de Letras da UP.
A visita começa às 10h00 e está aberta a todos os interessados (através do email mgabriel@reit.up.pt ou do telefone 22 040 81 95). Os estudantes da UP pagam cinco euros pela visita, enquanto que, aos restantes participantes, serão cobrados oito euros.

0 comentários: