Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Enterrar o Entrudo

Não admira que Portugal tenha chegado à situação financeira calamitosa a que chegou. Os actuais partidos da oposição acham normal que o Estado pague 650 mil dias de salário aos seus funcionários sem que eles labutem uma única hora. É o que acontece sempre que é decretada uma tolerância de ponto no Carnaval.
Este ano, perante a situação de bancarrota e até para manter algum decoro, o Governo decidiu não dar tolerância aos funcionários. Imediatamente caiu o Carmo e a Trindade.
Que tristeza: ninguém se revoltou com o fim do ferido mais importante (cada vez mais) do dia 1º de Dezembro, mas quanto ao Carnaval é uma palhaçada de comentários a protestar...
Que tristeza de povo, de políticos, de oposição, de macacos idiotas que se deixam governar por bananas e se dedicam a futilidades e inutilidades...
Quo Vadis Portugal?!

0 comentários: