Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

"O desejo de Lisboa é que Norte nunca venha a ter líder"

O presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes declarou esta manhã que "o desejo de Lisboa é que o Norte nunca venha a ter líder" e que "há quem trabalhe para, na secretaria, conseguir esse desiderato". Afirmou ainda que as próximas eleições autárquicas serão "a última oportunidade" em várias gerações de o Norte conseguir impor-se perante o centralismo.

O ex-líder do PSD comentou deste modo as afirmações de Marcelo Rebelo de Sousa, que afirmou sexta-feira que Rui Rio não tem conseguido ser o líder do Norte. Luís Filipe Menezes, que declarou não ter ouvido as afirmações de Marcelo Rebelo de Sousa, mas não se escusou a comentá-las, evitou falar sobre Rui Rio e descartou - como sempre tem feito - falar sobre uma eventual candidatura à Câmara do Porto.
Mas foi feroz em relação à administração central: "O desejo de Lisboa é que o Norte nunca venha a ter líder. É um pouco essa lógica pitonisesca de que o Norte está condenado a não ter líder. Há quem trabalhe para, na secretaria, conseguir esse desiderato", afirmou, questionado pelos jornalistas durante uma visita aos piquete de greve dos trabalhadores da Cerâmica de Valadares.
Embora afirmando que "o Norte sempre teve grandes líderes no passado", deixou claro que as próximas eleições autárquicas serão determinantes para o futuro. "É impossível que uma região se levante sem lideranças fortes. Neste novo ciclo político que vem aí, o Norte tem talvez a última oportunidade, numa perspectiva de duas ou três gerações, de se tornar num grande centro alternativo a Lisboa, na segunda grande ponte urbana de entrada na Europa", declarou.
Quanto ao Porto, declarou, referindo-se a Fernando Gomes, "o último grande líder que teve fraquejou por razões diversas", embora tendo sido aquele "que deu um empurrãozinho a isto". Mostou-se incomodado quando questionado sobre a sua intenção de ser candidato."Sou presidente da Câmara de Gaia, estou a fazer o meu papel até ao fim", sublinhou.
A classificação de património da humanidade no Porto e no Douro, os prémios de arquitectura, a Universidade e o FC Porto foram elencados como conquistas de mérito da região, e Menezes lembrou viver há mais de quatro décadas na cidade que é governada por Rui Rio. "Vivo no Porto há 44 anos, não conheço o Porto do Google Earth", afirmou, lembrando o tempo em que "andar em Cedofeita, Santo Ildefonso e Bonfim significava andar no meio de pessoas quer fossem seis da manhã ou fim da tarde e em que o Bolhão era um dos mercados mais radiosos da Europa".

0 comentários: