Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Porto: Torre dos Clérigos assinala «dia dos namorados»


Presidente da Irmandade quer renovar relação do monumento com os habitantes locais



A Torre dos Clérigos, no Porto, vai assinalar esta terça-feira o ‘Dia dos Namorados’ com a oferta de chocolates, um brinde e um novo horário para os visitantes.
Através de uma parceria, a Irmandade da Torre dos Clérigos disponibiliza, no local, “um chocolate para os namorados” e terá, a partir desta terça-feira, um novo horário de funcionamento, das 09h00 às 19h00, “ininterruptamente”, disse hoje à Agência ECCLESIA o juiz-presidente da instituição, padre Américo Aguiar.
O sacerdote portuense frisou também que os namorados terão à disposição como brinde (um “lápis com a inscrição «Por ti subi à torre»”.
A entrada é gratuita para as mulheres, neste dia.
Segundo o padre Américo Aguiar, trata-se de uma maneira “simpática e lúdica” de marcar a data, visto que a Irmandade pretende “cativar” uma faixa etária específica em relação à torre e “dinamizar o novo horário”.
O vigário geral da Diocese considera que estas iniciativas são uma “forma de ajudar a pagar a fatura do arranjo dos relógios” deste monumento, ex-libris da cidade do Porto.
Projectada pelo arquiteto italiano Nicolau Nasoni, a Torre dos Clérigos recebe “muitos visitantes”, mas a grande maioria vem do estrangeiro, refere o padre Américo Aguiar que acrescenta: “Infelizmente, grande parte das pessoas do Porto não conhece este monumento”.
A Torre dos Clérigos foi, até ao século XVIII, o edifício mais alto do país - com 75 metros - e tem no interior uma escada em espiral com 240 degraus.
No cimo deste monumento nacional desde 1910, os visitantes têm uma “perspectiva fantástica da cidade”, sublinhou o sacerdote portuense.

1 comentários:

E o Concerto dos Carrilhões porque já não se faz ?
Vale a pena subir à Torre. É um espectáculo único sobre a Cidade.