Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

As Histórias do Castelo de Montalegre

Há algumas histórias em torno desta fortaleza da capital do Barroso. Muitos afirmam ver algumas coisas na noite de São João em Montalegre. 
O Castelo de Montalegre está envolto em lendas e tradições orais e fomos saber de algumas dessas histórias. Tudo acontece na noite de São João precisamentre à meia-noite, contam os mais antigos que aparecem três belas meninas sentadas em cadeiras de ouro e que não é possível livrá-las do encantamento, já houve quem as visse, mas não se sabe o meio de as desencantar.
As jóias que ficaram carvão
Diz-se que um dia deram um avental de jóias a uma mulher que por ali passou a essa hora, que as devia levar para casa sem falar durante o percurso. Mas quando a mulher ia a caminho de casa, apareceu-lhe uma amiga que lhe perguntou o que carregava no avental, respondeu-lhe que levava uma grande riqueza e, quando abriu o avental para mostrar, todas as jóias tinham se transformado em carvão e pode dizer-se que aprendeu da pior forma a lição.
O cordão de ouro sem fim
Numa outra lenda, diz-se que quando a tal senhora  ia a caminho da igreja do Castelo, pela estrada que vai da Portela para lá, uma mulher encontrou um cordão de ouro. Quando começou a puxar, viu que o cordão não tinha fim. Ela puxou o cordão até se cansar. Então ela disse: “Para ser rica já me chega” e cortou o cordão. Nessa altura, o cordão começou a desfiar-se em sangue, ouvindo-se muitos gritos e maldições contra ela. Há também quem diga que ela apenas cortou o cordão porque queria assistir à missa
Contam que para quebrar o encanto, a mulher devia ter puxado o cordão durante toda a missa, até que o padre a terminasse.
Fonte: Revista Raízes

0 comentários: