Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Os truques da imprensa centralista : a TVI manipulou descaradamente uma sondagem


Ontem, a TVI 24 lançou mais uma sondagem online - um instrumento informativo de muito duvidosa eficácia -, com a seguinte questão: "O caso dos e-mails é um novo "Apito Dourado" do futebol português?".

Às 23.48h, a TVI 24 passou em directo os resultados dessa sondagem, onde "o público" respondeu esmagadoramente "Não se compara".

Às 23.51h, quem votasse na sondagem deparava-se com o cenário inverso: "o público" respondeu esmagadoramente com um "Sim, e é mais grave".

Hoje, à hora a que vos escrevemos, a sondagem não se já encontra disponível para consulta, tendo sido retirada (todas as outras, anteriores, permanecem online).

Ocorrem aos espíritos críticos quatro hipóteses lógicas: 
  • (1) a TVI 24 registou um recorde de votações, em 3 minutos, que, por azar, inverteu e deturpou a informação que foi para o ar; 
  • (2) quem preparou a imagem fê-lo de forma incrivelmente desatenta e irresponsável; 
  • (3) a TVI 24 deturpou propositadamente os resultados da opinião publicada; (4) a TVI 24 foi vítima de um ataque/erro informático.


A primeira parece-nos improvável. A segunda, menos descabida, pecaria sempre por ser tão óbvia que teria decerto uma correção imediata. A terceira seria inacreditável, pelo amadorismo que revelaria deixar online a votação que os desmente. Resta a quarta, que qualquer leitor sensato compreenderia e desculparia... caso tivesse havido uma explicação e um pedido de desculpas.

Ora, ao que sabemos, nada foi dito. A sondagem foi silenciosamente retirada do site e o assunto ficaria por aqui, não fosse o facto de, na Internet, nada estar verdadeiramente encerrado.

Não confundam temas: não abordamos aqui a questão subjacente, de natureza futebolística, por um lado, e legal, por outro. Cada um terá a sua sensibilidade e pouco nos interessa, enquanto página, discuti-la.

O que perguntamos aqui é: se é certo que um erro destes mina profundamente a confiança dos espectadores na estação, não caberia à TVI 24 admiti-lo e justifica-lo publicamente?

Não é essa a única maneira de ter uma relação séria, frontal e de respeito para com os seus espectadores?

Estão à espera de quê? Esperamos uma explicação.

http://www.tvi24.iol.pt/asuaopiniao


0 comentários: