Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Centralismo lisboeta no seu esplendor: o Centro de Vigilância do Túnel do Marão fica em ... ALMADA !!!!

PORRA, ESTA TRAMPA TEM QUE ACABAR !!!!

CHEGA DE COLONIALISMO LISBOETA !!!!


Então é assim: acontece o desastre. Alguém liga para o nº de emergências. Atente um grunho encornado em Almada. Incêndio onde? Túnel do Marão? Onde fica isso? Perto de Alcabideche? Finalmente o grunho lisboeta percebe que é no Norte, na província. Pega no outro telefone e liga ao senhor da Protecção Civil de Lisboa. Olhe, há uma coisa a arder no Marão. Podemos accionar o serviço de socorro? O senhor da protecção civil estava a aproveitar a ponte lisboeta e abancou com a família para o Algarve. Atende o telefone relutantemente à 3ª tentativa. Finalmente há ordem de lisboa para que avance o 112 de Amarante ou talvez Vila Real que o governo de lisboa decidiu fazer cortes na província porque era preciso investir em Alfama. Assim uma espécie de spill over (investir em lisboa é investir no país, dizem eles). Finalmente autorizados pela capital, lá seguem os zelosos bombeiros e socorro. Já tinha ardido tudo. Não faz mal, o governo de lisboa abre uma nova empreitada, onde os escolhidos são os amigos do costume. E o povo paga mais uma obra, com comi$$ões vantajosas para uns quantos paquidermes da capital...

0 comentários: