Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Os resultados (em todas as modalidades e em todos os escalões) comprovam-no: o poder desportivo e o "outro" poder está todo lá...

Basquetebol: com mais uma "arbitragem artística", derrota no primeiro jogo (em casa) da final do play-off. Com os encornados.

Que mais podemos dizer?
Cada vez mais se cava o fosso entre o FC Porto e os clubes da capital, em particular por aquele que domina principalmente fora dos campos. Aliás, é esse poder extra-desportivo que alavanca depois o poder desportivo.
Ninguém, mas absolutamente ninguém respeita a verdade desportiva e quando o FC Porto é o adversário das equipas lisboetas, acentua-se esse gozo evidente e declarado. É um facto, terrivelmente indesmentível está época. Do futebol ao basquetebol isso foi demasiado evidente, todos o sabem.
E o que fazem o FC Porto e os seus dirigentes? Aqueles que supostamente nos representam? E nos jogos? O que fazem os adeptos para acentuar o desconforto e gritar a injustiça? 
Pois é, nada!
Estamos a ser realmente comidos e colonizados. Estamos cobardemente a aceitar tudo. 
Eles, os "inimigos", continuam a passear-se, até nas nossas ruas e nos nossos cafés, eles, os "inimigos", continuam a andar sem medo nos nossos corredores, nas nossas instalações, eles, os "inimigos" continuam a fazer o que querem sem que os cornos lhes sejam quebrados, mesmo depois de todos assistirem a roubos inacreditáveis por si perpetrados. Eles, os "inimigos" continuam a ter os políticos a lamber-lhes o cú. Literalmente. E nós deixamos. Tudo aceitamos sem revolta.

E o que fazem o FC Porto e os seus dirigentes? Aqueles que supostamente nos representam?

Até quando vamos aguentar isto?

Quanto ao basquetebol? Mais uma modalidade que vai ser derrotada!
Ou acham que em lisboa a agressividade dos encornados vais ser penalizada?

0 comentários: