Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Roubo: Preparem-se portistas para o que aí vem…






Apitos - comer e calar
Ontem apercebi-me de um dos muitos efeitos secundários do processo Apito Dourado, para além do evidente condicionamento do trabalho das equipas de arbitragens nos jogos com os portistas. De acordo com alguns colunistas, o FC Porto não se pode queixar das arbitragens. Não alegam que não tenha razões de queixa, alegam que não se pode queixar. Tem que comer e calar. Apesar de nenhum dirigente portista ainda ter sido considerado culpado de coisa nenhuma, o FC Porto já não tem direito a reclamar justiça. E os julgamentos ainda não começaram...

# Jorge Maia no jornal 'O JOGO' de 2007.01.28



Competição: bwin 06/07 (16ª jornada)
Data: 26.01.2007
Local: Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, Leiria
FC Porto: Helton; Fucile, Pepe, Bruno Alves e Lucas Mareque; Paulo Assunção (Vieirinha), Raul Meireles (Ibson) e Lucho; Quaresma, Postiga (Bruno Moraes) e Lisandro

Cartão amarelo a Hélder Postiga, Lisandro Lopez, Bruno Alves, Lucas Mareque e Pepe.
obs.: se o Porto passou todo o tempo ao ataque, porquê 3 amarelos para 3 defesas???
Cartão vermelho directo a Ricardo Quaresma (45 m)
Árbitro: Elmano Santos (Madeira)
Auxiliares: Sérgio Lacroix e Hernâni Fernandes



"Investiguem!" dizia no fim do jogo o treinador Jesulado Ferreira.
"O FC Porto dispôs de várias ocasiões para marcar golos e vencer o jogo, pelo que houve demérito nosso. Houve também outras situações que não foram da nossa responsabilidade. Foi um jogo absurdo: fomos melhores e não ganhámos porque não nos deixaram"
"Houve demasiados. O FC Porto deve ter apanhado hoje (ontem) mais do que num total de cinco ou seis jogos. Ficámos sem dois jogadores [Pepe e Quaresma]".
"Até agora este senhor (Elmano Santos) já arbitrou três jogos do FC Porto; as três primeiras equipas jogam fora nesta jornada e só o jogo do FC Porto teve um árbitro não internacional. Queremos explicações"
"Se virem as repetições, percebem que não houve nenhuma agressão. Podemos fazer muitas análises ou muitas observações, mas foi sempre o mesmo elemento da equipa de arbitragem que acabou por ter influência decisiva no jogo. E ficaram dois penáltis por assinalar"
"Agora que se fala tanto em investigações, espero que investiguem este jogo. Se o FC Porto tivesse jogado com 11 jogadores na segunda parte, teríamos mais chances de ganhar".
Antes dele, outro treinador do F. C. Porto, José Couceiro, já avisava:

"É evidente que há muitos condicionalismos dos árbitros em relação ao F. C. Porto. Temos sido muito prejudicados e sabemos que os árbitros têm problemas em actuar nos nossos jogos, principalmente desde que o processo Apito Dourado foi desencadeado".

O treinador que chegara de Setúbal falava assim após um jogo no Estoril, onde fora descoberto um absurdo penálti por mão involuntária de Costinha, assinalado por... Sérgio Lacroix, o mesmo árbitro auxiliar que, nessa época de 2004/2005, expulsou Quaresma de um jogo em Moreira de Cónegos, por dá-cá-aquela-palha. O mesmíssimo que anteontem voltou a cruzar-se no caminho do extremo portista.

O "liner" que comunicou a Elmano Santos a susposta agressão de Quaresma a Tixier é o mesmíssimo Sérgio Lacroix que, a 2 de Dezembro último, passou pelo Estádio do Dragão, à 12.ª jornada da liga, e não viu um violento pontapé de Linz num joelho de... Quaresma. Elmano também não viu. Usou "um critério largo", como se diz agora, e a equipa do Boavista lá escapou com três singelos cartões amarelos.

Esta época, Sérgio Lacroix foi nomeado para cinco jogos e três deles do... F. C. Porto. Tanta atracção, só com Elmano (seis jogos na primeira liga e três a apitar o... F. C. Porto). O magnetismo entre o assistente da Madeira e o Dragão voltou a cruzá-los à nona jornada, em Setúbal. Os jogadores do Vitória viram nos do Porto canelas até ao pescoço. Lucho, Paulo Assunção e Quaresma foram alvo de entradas violentíssimas, mas em nenhuma ocasião Lacroix alertou o árbitro Duarte Gomes.

Para o início da segunda volta, a dupla madeirense lá reapareceu, em Leiria. Postiga foi o primeiro a queixar-se de um penálti e Lisandro fez ar de espanto por Elmano não ter visto a mão de Renato impedir que a bola chegasse às redes. Lacroix também não viu, ele que, no tal Estoril-F. C. Porto, em Fevereiro de 2005, descortinou e assinalou uma mão irreflexa de Costinha mas não enxergou que o lance procedia de uma mão grosseira e voluntária do avançado Moses.

Anteontem, quando saiu do campo, Quaresma deve ter-se lembrado que Lacroix lhe anulou um golo limpo nesse mesmo jogo do Estoril.

A expulsão de Quaresma relembra outro episódio, ocorrido na primeira jornada desta liga, no Estádio do Dragão, com a mesma Leiria e outra vez com Tixier. Nessa ocasião, o francês atingiu violentamente Quaresma, fracturando-lhe um maxilar. O árbitro Duarte Gomes nem falta marcou. O jogador do F. C. Porto parou duas semanas e falhou um jogo da selecção.

Quis a ironia que Tixier e Quaresma voltassem a encontrar-se e que o juiz da refrega fosse o intrépido Lacroix, com a sentença que se conhece. À falta de cadafalso nas leis da bola para jogadores do F. C. Porto, outros julgadores antecipam a sentença dois jogos de suspensão! Se assim for, Quaresma só voltará a jogar com o Chelsea.

Eis os erros capitais do Leiria-Porto:

Elmano Santos e seus pares cometeram quatro erros capitais, sempre com prejuízo para o F.C. Porto

31m - Marcos António, defesa do Leiria, derruba Postiga, embora também tenha jogado a bola. Penálti que Elmano Santos não viu.


44m - Renato defende com a mão remate de Lisandro. Os árbitros, incluindo o auxiliar La Croix, não viram. Mais um penálti por marcar. E o defesa da União escapou à expulsão.


45+1m - Quando o Leiria devia estar com menos um jogador, operou-se exactamente o contrário. Fustigado por faltas não assinaladas, Quaresma reagiu à entrada de Tixier com um

"chega-para-lá". Aí Lacroix viu e mandou expulsar o jogador do F.C. Porto.


70m - Slusarski cai sozinho, com o bafo de Pepe. Lacroix sentiu a aragem e marcou a falta que originou o golo do Leiria.



Conclusão:
O APITO ENCARNADO anda aí como sempre andou, mas refinou-se!!! Não digo para investigar, pois já sei qual é justiça que esta corja que investiga quer.


FC Porto vai solicitar reunião à Comissão de Arbitragem

Pela voz de Reinaldo Teles, o FC Porto criticou a actuação de Elmano Santos e do seu auxiliar Sérgio Lacroix e exige que seja investigada a nomeação do juiz madeirense


Reinaldo Teles:

"Ganhar ou perder faz parte do futebol, mas só queria duas coisas: que mandassem os peritos de arbitragem analisar esta actuação, nomeadamente a expulsão do Quaresma e os dois penáltis, tanto a mão do Renato como a carga sobre o Postiga, para depois fazerem o que entenderem com o que aqui se passou; e que investiguem o critério da nomeação deste árbitro"

"Estamos a meio do campeonato e este árbitro fez apenas seis jogos, três dos quais do FC Porto enquanto há árbitros internacionais que não apitam um único jogo nosso. Nesta jornada, por exemplo, os três primeiros jogam fora e dois têm internacionais e o FC Porto tem, pela terceira vez, este senhor e este árbitro auxiliar que já expulsou o Quaresma da mesma maneira num jogo em que o FC Porto hipotecou as esperanças de vencer um título em Moreira de Cónegos. Não faço mais comentários, só peço que investiguem o critério de nomeação"

"Na reunião que tive, e perante a presença dos delegados, disse que esperava que o senhor Lacroix não viesse fazer o mesmo que fez em Moreira de Cónegos. Foi coincidência ou não? Não sei, mas a verdade é que aconteceu"

"Vamos pedir para sermos recebidos pela Comissão de Arbitragem da Liga para esclarecer determinadas situações. Se não forem esclarecidas sabemos o que iremos fazer"

2 comentários:

Isto a Morgadinha dos Canaviais não vê! (nem interessa)

 

Evidentemente que já nao ha dúvidas: se for contra o vermelho(facto em vias de extinção) dá-se logo o tiro de partida para os gabintes políticos com DVDs na mão; se for contra o azul, os árbitros já sabem que ficam impunes e até podem receber uma camisolinha de prenda, da parte de quem agradece estes favores.
Temos de viver com isto. E assim viveremos até chegarmos ao fim em primeiro lugar.

André Silva
http://portovincitomnia.blogspot.com