Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Super Mulher (?)

Maria José Morgado tem sete vidas. Agora foi dar uma ajudinha ao sim ao aborto. Isto entre uma conversa secreta com a Carolina, um comentário à imprensa sobre o apito Dourado e uma ida ao cabeleireiro repor a maquilhagem.
De facto, as palavras na nossa super Procuradora são geniais. Terá ela dito que em Portugal há clínicas a fazer abortos que até parecem slot machines e que o aborto ilegal produzia dinheiro sujo e não tributado.
É, até pode ser que seja verdade, não sei, mas isso acontece também, por exemplo e para não me alongar muito, com o tráfico de armas ou de droga e nunca a ninguém ocorreu legalizar tais actividades por esse motivo.
Retirar o aborto da economia paralela, ora aí está um grande desígnio nacional. Quanto quererá cobrar o Estado por cada aborto se o Sim ganhar? Antes que alguém se lembre de dizer que esta minha pergunta é "rasteira", sublinho que o argumento não é meu, é da Dra. Maria José Morgado.

0 comentários: